• Home
  • Como escolher o veterinário de seu animal

Como escolher o veterinário de seu animal

1 comments

Todo animal deve consultar com frequência um veterinário. No caso de pacientes saudáveis, pelo menos uma vez por ano para

Divulgação

tomar vacina e vermifugar, ou quando ocorre alguma mudança em seu comportamento, indicando sinal de alguma enfermidade. Assim como escolhemos o “médico da família”, é importante encontrar e eleger um veterinário de confiança, que vai acompanhar e conhecer todo o quadro clínico do cão ou do gatinho.

“É parecido com a escolha do pediatra. O melhor profissional é aquele que tivemos uma empatia desde o início. Pode ser por meio de uma indicação ou muitas vezes por acaso, pela proximidade de casa. Mas só a empatia poderá transformá-lo no veterinário da família”, esclarece o Dr. José Roberto July, médico-veterinário da Julyvet Clínica Veterinária. Curiosos, destemidos e inocentes como as crianças, os animais costumam se meter em pequenos acidentes domésticos e muitas vezes fora do horário comercial, por isso, também é recomendável conhecer a disponibilidade do profissional para atendimentos de emergência.

“Os imprevistos podem acontecer, desde uma pequena diarréia até uma mordida de cobra. O veterinário deverá atender o paciente o mais rápido possível e determinar se o caso é de urgência (quando não há risco de morte) ou se é uma emergência”, orienta o veterinário. E como a prevenção é o melhor remédio, torna-se cada vez mais importante manter os laços de confiança com o veterinário, pois ao conhecer o local e os hábitos da casa onde vive seu paciente ele poderá orientar a melhor forma de manejo para evitar doenças.

Para os tutores que ainda não encontraram um profissional de confiança ou têm dúvidas, confira algumas dicas:

1) Procure conhecer muito bem o profissional veterinário

2) Pergunte onde estudou, quais cursos frequentou, etc.

3) Converse com clientes

4)  Observe como trata os animais que atende

5) Observe se o veterinário se interessa pelo animal a fim de conhecê-lo melhor

6) Verifique se está disponível para emergências fora do horário comercial

7) Veja se o profissional passa contatos pessoais, como telefone celular e telefone de casa para emergências

“Sempre nas horas mais críticas é que conhecemos as pessoas, e se estiverem com você nessa hora pode confiar. Se o veterinário superou as expectativas na primeira consulta, continue com ele. O mais importante é a sua intuição, deixe-a ligada na próxima consulta”, ressalva o médico.

Fonte: Época SP

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Se o veterinário pratica a amputação de membros do animal, com cortes de orelhas e de rabo, e se ele comercializa animais, é melhor partir para outro que não faça isso, pois quem respeita o animal não faz essas coisas.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>