• Home
  • Cães que vivem em residência de Uberaba (MG) serão encaminhados para adoção

Cães que vivem em residência de Uberaba (MG) serão encaminhados para adoção

0 comments

Denise Stéffani Max, presidente da Supra (Sociedade Uberabense de Proteção aos Animais) – que abriga mais de duzentos cães do município -, relata que a moradora do bairro Estados Unidos, situado na rua Francisco Borges Araújo, em Uberaba (MG) – que cuida de dezenas de cães -, também promove o trabalho de proteção aos animais abandonados ou que sofreram maus-tratos.

Denise ressalta que a moradora não possui nenhuma ajuda e que, após uma conversa, ficou acordado que os cães serão doados. “Todos os cães são tratados, vermifugados. Havia mais cães, eles estão sendo doados. Os animais não latem o tempo todo como reclamou a vizinhança, apenas quando chega algum estranho na casa. Eles são bem tratados, o problema é que as pessoas criticam demais e ajudar que é bom, não parece ninguém”, desabafa.

Denise salienta que recebeu da Prefeitura de Uberaba autorização de concessão de direito real de uso de uma área situado na Chácaras Boganville, situado na “Univerdecidade”, com um espaço de 5.122,45m² para as instalações da Supra. “A casa onde estamos instalados no bairro de Lourdes está com as estruturadas abaladas, totalmente rachadas, o que pode desabar, causando acidentes nos animais. O muro também está com uma enorme rachadura. Agora estamos aguardando uma verba para a construção da nova sede, que contará com canil, gatil, ambulatórios. Recebi uma verba no valor de R$ 25.000,00, mas neste terreno que ganhei é necessário construir um poço artesiano que custa R$ 10.600,00”, relata.

Denise enfatiza que apresentou um projeto de implantação de chips e castração nos animais. A voluntária explica que esses chips contém toda a informação do animal, inclusive do tutor do cão que, em caso de abandono será fácil a localização e, dependendo da situação, poderá até ser notificado. “Com a implantação desses chips, reduziria a quantidade dos cães nas ruas evitando o abandono. Em outras cidades o projeto teve um excelente retorno”, finaliza.

Fonte: Jornal de Uberaba

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>