• Home
  • Proposta pretende evitar que cães fiquem presos por longos períodos

Proposta pretende evitar que cães fiquem presos por longos períodos

0 comments

Por Natalia Cesana  (da Redação)

Animais que ficam muito tempo presos tornam-se agitados e traumatizados (Foto: Jeff Schrier/The Saginaw News)

Os membros do Conselho Municipal de Saginaw, no Estado de Michigan (EUA), disseram que se uma lei sensata fosse decretada logo, acidentes como o que aconteceu semana passada, quando um cão mordeu um garoto de 12 anos, seriam prevenidos.

Segundo informações do jornal Mlive.com, o garoto precisou receber pontos depois que um cachorro arrebentou a corrente que o mantinha preso no jardim de seu tutor, disse Huron County, xerife da cidade.

A proposta, que poderá ser aprovada ainda essa semana, determina que tutores de pit bulls – e de rottweilers, pastores alemãoes, dogue canário e buldogues — registrem seus animais ou paguem multa de US$ 400.

A medida também proíbe que os cães fiquem presos por longos períodos sob o risco de pagar multas adicionais.

“Se nossa lei já estivesse valendo e o tutor do cachorro já a estivesse cumprindo, o ataque não teria ocorrido”, disse William G. Scharffe, vereador de Saginaw e integrante do grupo de trabalho que elaborou a proposta. “Muitas vezes, estes cães são amarrados de forma inadequada, de uma forma cruel e desumana.”

O vereador Paul T. Virciglio concordou que a medida poderá prevenir acidentes desse tipo. “Eu não sei quanto tempo o cachorro estava amarrado, mas nós sabemos que quando isso acontece por longos períodos o cachorro torna-se agressivo em função dos maus-tratos. É justamente isso que tentamos controlar”, disse.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>