• Home
  • Parque mexicano é reconhecido por plano de recuperação de araras em extinção

Parque mexicano é reconhecido por plano de recuperação de araras em extinção

0 comments

Por Danielle Bohnen (da Redação)
Foto: Divulgação/ EFE

O parque Xcaret, localizado no Caribe mexicano recebeu o certificado da organização internacional Guiness World Records pela reprodução massiva de 105 araras em 2009, de acordo com a EFE. A espécie, da família dos psitacídeos, está ameaçada de extinção.

Trata-se fe 95 araras vermelhas e 10 verdes, que este ano completam 2 anos de idade, segundo o biólogo Rodolfo Raigoza. Ele explica também que é uma espécie difícil de se reproduzir.

“As araras são uma espécie ameaçada de extinção e seus hábitos tornam a reprodução muito difícil. Os casais são muito fiéis, as aves só têm apenas um companheiro na vida. Escolhem seu par e não se separam nunca. Se um deles morre, é impossível que a que fica busque outro companheiro”.

O biólogo comentou que entre as espécies há um alto índice de casais estéreis e outras que não constroem ninhos, então precisam de muita ajuda para poderem se reproduzir.

Filhotes recebem tratamento especial na incubadora. Foto: Elizabeth Ruiz/ EFE

“No Centro de Reprodução de Guacamayas [como as araras são conhecidas no México] de Xcaret, conseguimos aumentar o número de nascimentos e reduzir a mortandade. Logramos 125 nascimentos, sendo que 105 sobreviveram. Trata-se de ma cifra bastante significativa”, destaca.

Durante os três primeiros meses de vida, as araras são cuidadas por uma equipe de quatro pessoas, responsáveis pela área das incubadoras.

“Nossa equipe de mamães e papais de filhotes, é responsável por dar-lhes comida, é um trabalho muito intenso, pois são 105 filhotes que devem comer a cada quatro horas, durante um mínimo de três meses”.

O Centro conta atualmente com 772 aves, sendo que 90% nasceu no local. Em 2001, o governo mexicano incluiu en Regra Oficial, que comercializar aves dessa espécie trata-se de crime.

Aves sendo libertas por trabalhadores de programa. Foto: Elizabeth Ruiz/ EFE

O plano de trabalho de Xcaret mantém o programa de reprodução de araras vermelhas e verdes desde 1992. O representante da organização Guinness Record, Kimberly Patrick, entregou o certificado ao presidente do Grupo Xcaret, Miguel Quintana Pali, frisando que esta é primeira vez que o prêmio é concedido a um programa de reprodução de espécies ameaçadas de extinção.

Pali destaca que os programas de proteção de espécies ameaçadas do parque têm como objetivo principal a sua proteção. “Não aceitamos o tráfico de animais silvestres, por isso apoiamos sua conservação”.

O Grupo Xcaret se prepara agora para as próximas etapas que permitirão libertar as aves em seu habitat natural.

A arara é uma espécie que habita desde o México, passando por toda a América Central, pelo Vale de Magdalena na Colômbia e pelos Andes através do Amazonas, Até Santa Cruz na Bolívia e Mato Grosso no Brasil.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>