• Home
  • Veado machucado passa por cirurgia de amputação em Campinas (SP)

Veado machucado passa por cirurgia de amputação em Campinas (SP)

3 comments

Nesta segunda-feira, dia 30 de maio, a equipe do PlaneTVet recebeu um chamado da Polícia Militar Ambiental, começou aí uma história comovente, tudo para resgatar e salvar a vida de Mag, um veado catingueiro fêmea, na cidade de Valinhos à 20 km de Campinas-SP.

Mag entrou em uma chácara com vinte e dois cães, que prontamente partiram para cima dela. Desesperada Mag tentou correr e passar por um portão de grades e teve uma fratura exposta na região da tíbia (osso da perna traseira). Cansada, com muita dor e sem conseguir fugir, foi resgatada pelo Sr Rubens Pereira, morador da região que assertivamente chamou a polícia ambiental. Os policiais sabendo do estado de Mag ligaram para o Dr. Diogo Siqueira do Planetvet que correu ao local para atender o animal.

Divulgação

Constatado que o caso exigia cirurgia emergencial, a equipe do PlaneTVet levou Mag para o centro cirúrgico da S.O.S Pet da médica veterinária Verônica Moraes, cirurgiã, colunista e parte da equipe Planetvet, localizada na Av. Mirandópolis no município de Campinas. Com o animal anestesiado, permitindo uma avaliação mais cuidadosa, a Dra. Verônica e o Dr. Diogo verificaram a necessidade de amputação do membro, pois foi uma fratura cominutiva, isto é, literalmente o osso foi esmigalhado. Após duas horas de cirurgia o membro fraturado foi removido com sucesso, agora Mag passa bem e começa outro processo delicado, o de recuperação. Por serem animais muito sensiveis é extremamente fácil que não sobrevivam por causa do estresse.

Mag está se recuperando e será encaminhada à Paulínia, onde após total recuperação fará companhia a um macho de sua espécie que vive sozinho e espera uma namorada.

Existem muitos relatos de veados que tiverem seus membros amputados e que se recuperaram com sucesso, inclusive chegando a reproduzir. Embora Mag não possa voltar à natureza, ela continuará contribuindo para a conservação de sua espécie, servindo como referência em educação ambiental, chamando a atenção para os problemas que a expansão urbana causa à fauna e quem sabe até gerando descendentes que possam ser reintroduzidos na mata.

Fonte: Planetdog

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Quem sabe não. Com certeza os descendentes devem voltar à natureza! Que bom que ela foi resgatada.
    Só tenho uma dúvida, como ela teve os ossos esmigalhados ao passar pelo portão de grades? Ou os cães conseguiram pegá-la?

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>