• Home
  • Homem é acusado de envenenar cachorro rival em concurso de cães

Homem é acusado de envenenar cachorro rival em concurso de cães

4 comments

Homem pode pegar até um ano de prisão e multa de R$ 3.900 pela crueldade (Foto: Reprodução/Chicago Sun-Times)

Um americano está sendo acusado de drogar o cachorro de um competidor rival durante um concurso de animais para favorecer o cão de sua namorada. O caso ocorreu no Estado de Illinois, nos Estados Unidos, informou nesta sexta-feira (3) o jornal  Chicago Sun-Times.

Ralph Ullum, de 68 anos, é acusado de ter dado remédios de uso humano para um cão da raça husky siberiano, competidor do concurso em questão, ocorrido em dezembro de 2010. Segundo a acusação, Ullum foi a última pessoa vista perto do cachorro antes das drogas terem sido descobertas em seu organismo.

De acordo com o portal de notícias americano The Huffinton Post, ele estaria tentando “ajudar” o cachorro de sua namorada a vencer um concurso de cães. Ullum nega as acusações, e diz que não precisaria ter cometido o crime por que o cão da namorada já havia vencido o concurso no momento em que o o outro animal começou a passar mal.

O advogado do homem, Edward Malloney, declarou em uma audiência preliminar do caso na quinta-feira (2) que as acusações são fruto de um dia de “competição acirrada”.

– Este é um mundo muito competitivo. As emoções estavam em alta no dia.

Ullum pode pegar até um ano de cadeia por crimes de crueldade contra os animais e tentativa de dano a propriedade privada. Ele deve ir à julgamento ainda em setembro deste ano e pode enfrentar uma pena de até um ano de cadeia e multa equivalente a R$ 3.900.

Fonte: R7

Nota da Redação: A crueldade sempre esteve atrelada à exploração. A agressão, neste caso, começa ao se utilizar animais para concursos de competição. Essas atividades, às quais os animais são forçados a participar, são completamente alheias à sua natureza. Não cabe à espécie humana coisificar os animais como peças de um jogo, servindo apenas aos interesses sórdidos dos humanos.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. E qual seria a competição em questão? Não vejo absolutamente nada de mais colocarmos nossos “filhos” em concursos. Fazemos isso com os que nascem de nós, porque não faríamos com os adotados? Contanto que não haja maldade nem exploração, não veja nada de errado nisso.

  2. Não me interessa ser um concurso de beleza ou ter muitas emoções no dia, envenenar o cão de outra pessoa é crime. Além do mais, se não sabe competir, não entre em uma competição.

  3. Sobre o concurso se for algo saudável para o animal eu não tenho nada contra agora se for exploração tem que ser boicotado!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>