• Home
  • Mulher que mantém animais em condições de miséria segue impune há 25 anos em Portugal

Mulher que mantém animais em condições de miséria segue impune há 25 anos em Portugal

0 comments

Christiane Ferreira
chferreira@sfr.fr

Chegou hoje ao meu conhecimento, via email, uma notícia que me deixou escandalizada.

Há 25 anos até os dias de hoje têm-se verificado casos graves de maus-tratos a animais, perpetrados por uma habitante da localidade em questão. Há mais de duas décadas que esta senhora tem o hábito de amarrar cães a árvores existentes no seu quintal. Até aqui nada de anormal, no entanto, os animais que amarra estão no corredor da morte, uma vez que não lhes é fornecido qualquer tipo de abrigo, alimentação ou água. Os animais são ali amarrados para morrer, uma vez que esta senhora não permite que os vizinhos os alimentem, retirando do alcance dos animais qualquer alimento ou água fornecido pelos vizinhos que se compadecem com o sofrimento dos animais.

Ontem houve alguém que não ficou indiferente ao horror que se desenrolava diante dos seus olhos e resolveu intervir. Retirou uma cadela, já com alguma idade, que estava inerte e era só pele e osso. Vergonha das vergonhas, a cadela já estava naquela posição há uma semana! Esteve deitada no chão, sem se mexer, à chuva e a morrer de fome e de sede durante uma semana!

Levou-a imediatamente ao veterinário, onde tentaram salvá-la, através de todos os meios possíveis, como transfusões sanguíneas, administração de soro, utilização de secadores para lhe elevarem a temperatura, enfim, todos os meios disponíveis na clínica. Infelizmente este esforço foi em vão, já que o estado de fraqueza da cadelinha era tal que acabou morrendo.

Como podem constatar pelas fotos, estamos perante um caso de graves maus-tratos contra animais, que se prolongam já há 25 anos e de conhecimento das autoridades competentes, a polícia. Ninguém intervém, existindo já várias queixas contra esta senhora, as quais não são levadas a sério porque ninguém se quer incomodar com animais, que, infelizmente, legalmente são equiparados a coisas.

Essa história de terror ocorre em Charneca de Caparica – Portugal.

Leram bem, meus senhores, não estiveram a ler um livro de ficção ou um relato de algo que se passe num país de terceiro mundo. Isso acontece em Portugal!

Está na hora das autoridades agirem e justificarem a sua existência. Não devem ostentar títulos pomposos e não desempenharem as funções inerentes a esses títulos. Meus senhores, se são diretores de órgãos, se são presidentes de junta ou de câmara, ou seja que cargo ocupem, é vossa obrigação agir em conformidade!!

Casos como esse não podem continuar acontecendo em Portugal, perante a passividade das autoridades competentes, mesmo após múltiplas denúncias de cidadãos revoltados com o terror existente perante os seus olhos.

Pedimos e exigimos, que seja feita justiça neste caso e que ela seja exemplarmente punida!

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta para ana Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. por vezes as vizinhas não tem mais que fazer ,e são capazes de inventar coisas que não lembram ao diabo, eu tenho 2 gatos , e uma sra que n tem mais nada que fazer nem mora no mesmo predio vÊ os gatos na m janela , mas nunca os vÊ juntos, e veio á minha porta com uma conversa préviamente estudada para tentar entrar na minha casa , o que não permiti , e queria que eu capasse o gato e esterelizasse a gatinha com 6 meses que foi encontrada num contentor do lixo na beira baixa pelas m filhas, a gatinha anda sempre ao colo ,mas os gatos daquela zona são muito dificeis e mordem,mas as crianças adoram na, o gato é um gato de rua que me trouxeram para cá há 6 anos, ora a tal sr passa horas debaixo da minha varanda para ver se ouve o gato miar, e espalhar pelo bairro q fecho o gato na marquise , ora o gato sempre dormiu na marquise é lá q tem a comida e a águae claro q mia pq ouve os gatos da rua, só por isso nem imaginam o que essa sra me tem tentado fazer, e gente dessa q passam a vida a falar de animais n tem outra conversa , já apanhou uma caniche linda q era de uma menina daqui e ficava sózinha até as pessoas chegarem do emprego , tanto andou q apanhou a cadela, dizendo q passava o dia a ganir, e levou-a para o canil da camara ,onde deve ter sido abatida . existem aqui muitas terras abandonadas e sempre tiveram gatinhos, agora cda gatinho que nasce livre como sempre as pessoas dão lhes comida,mas ela é tão defensora deles que gosta de os ver é no canil, portanto eu só vendo , pois já me inventaram tantas, que n acredito em nimguem , só vendo mesmo e ouvindo da bocados médicos, caso tenha ido ao médico ,pq amarravam na pelas patas?se estava amarrada seri com a coleira e com trela e isso não faria as feridas nas pernas. nimguem deve julgar sem saber é assim que tem vindo até a tirar crianças a boas mães para as meterem em orfanatos de onde fogem e dão em prostitutas ,tudo por linguas más.ass: fernandes

  2. um pais primitivo e semi educado permite a crueldade aos nimais. A policia e os legisladores, assim como os politicos sao indirectamente torturadores destas formas de vida. Por isso temos de começar a executar estes politicos !

  3. Para o vizinho da senhora,como sabe nós lemos o artigo do jornal,não sei se é verdade ou não,para dizer a verdade acho estranho,porque a mulher havia de levar os animais para casa para os tratar mal?só se é só se é sádica.Se é verdade que trata os animais como diz o jornal só merece o mesmo tratamento e a morte que pessoas assim não fazem falta ao mundo.Se é mentira as minhas desculpas,e continue a recolher os animais,que eles merecem tudo de bom.Eu amo os animais.

  4. E mais! Publicao a morada da senhora na internet!!! Isso é um crime grave alem das ameaças e difamação que fazem a senhora. Se fosse comigo estas pessoas ja tinham um processo em cima.

  5. As pessoas que leram o artigo nao têm culpa de nada, somente leram e acreditaram, pois a internet é uma arma muito forte nesse aspecto, quem realmente lançou isto tudo é que devia pagar. Por amor de deus, esta senhora nao é doida nem doente mental nem toma ancioliticos todos os dias para amarrar animais de propósito para morrer, tenham senso e não sejam tão radicais, convido os a ver os gatos que esta senhora adoptou, não só agora mas desde sempre que esta senhora tem animais ADOPTADOS! Nao comprou nenhum animal que teve ate agora como muita gente faz e depois os abandona quando vao de ferias ou porque fazem xixi na sua carpete de peles! Acabem com esta palhaçada!!! Este site devia por mão nisto!

  6. À Mariana e ao Vizinho da Senhora:

    Caros senhores, ainda não tinha aqui escrito, no entanto perante os vossos comentários não pude ficar calada.

    Fui EU própria em conjunto com a Inês e mais uma amiga, que resgatámos o animal à chuva em extremo sofrimento, moribundo, em hipotermia, num estado tal que apesar de todos os esforços não passou dessa noite. As imagens que eu tenho dessa noite, daquele animal acorrentado em extremo sofrimento, nem tão cedo as vou conseguir apagar dentro de mim.

    Fui eu mesma que tirei estas fotos. As fotos não enganam, assim como não engana o relatório do hospital veterinário. A cadela NÃO morreu de velhice nem de qualquer suposto tumor. Mas sim de fome, de sede, de frio, anemia, de desnutrição extrema, chegando ao veterinário praticamente sem sinais vitais.

    Meus senhores contra factos não há argumentos.

    Tal como a Inês não desejo a morte de ninguém, seja de uma pessoa seja a de um animal. Estou no entanto convicta de que quem pratica um acto como o da Sra Mariana deveria ser legalmente punido.

    Enquanto isso não acontece, faço votos que a Sra. Mariana tome efectivamente consciência do mal que fiz, sinta remorsos, e que seja no mínimo humilde para o reconhecer. Pelos comentários que aqui fizeram na Internet vejo que a Sr.a Mariana e o repectivo “Vizinho da Senhora” ainda não estão neste patamar. Ao tentarem descredibilizar-nos, a nós que não ficámos indiferentes, que fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para salvar a cadelinha, bem como a todas as pessoas que nos ajudaram e se disponibilizam para pagar a conta do veterinário, mostra que ainda têm um grande caminho a percorrer.

    À memoria da queria Maggie que em vida não teve qualquer oportunidade, mas que não morreu sozinha.

  7. Realmente eu ja tinha comentado que essa senhora devia ser amarrada tal e qual a cadelinha,passar fome,passar sede,a chuva,ao sol…mas com um promenor partirem-lhe as pernas e os braços…faze-la sofrer ate a morte…nao ha explicaçao para tal acto de crueldade,mas o mais engraçado e que vai continuar tudo na mesma e provavelmente essa senhora vai voltar a fazer o mesmo quem sabe com a ajuda do dito vizinho!!Espero que a vida a castigue com o dobro do sofrimento que causou…Quem se lixa e sempre o que morre,neste caso morreu o mais fraco…

  8. portugal nao difere de outros paises qto a maus tratos a animais. se fosse minha vizinha eu tirava os bichos de lá…isso é uma covardia absurda…se ela é demente cade a familia? me desculpem, mas fico revoltada com coisas assim e ainda vir um fulano defender.

  9. peço desculpa… alguem sabe onde mora esta besta? é que pode ser que seja aqui perto de mim e pode ser que por acaso a senhora tenha um acidente ao qual não sobreviva ou fique assim em muito mau estado….

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>