• Home
  • Polícia Federal descobre matança de onças em fazenda de Aquidauana (MS)

Polícia Federal descobre matança de onças em fazenda de Aquidauana (MS)

0 comments

Foto: Divulgação

O Ibama e a Polícia Federal localizaram após ver um vídeo, uma matança de onças em uma fazenda situada no município de Aquidauana, no MS. No local foram encontradas duas cabeças de onças-pintadas, couros de outros animais silvestres e armamentos de uso restrito de órgãos de segurança, entre eles, uma pistola 357, fuzis de caça, espingardas e uma enorme quantidade de munição. Todo o material foi apreendido.

A apreensão é um desdobramento da operação Jaguar, que, em julho de 2010, desbaratou uma quadrilha de caçadores de onças (estrangeiros e brasileiros) no pantanal. Agentes do Ibama e da Polícia Federal continuam a investigar o envolvimento de outros fazendeiros do pantanal na matança de onças.

A ação desencadeada nesta semana começou com um vídeo enviado por um denunciante norte-americano após tomar conhecimento da operação Jaguar. Com esse material, agentes do Escritório Regional do Ibama de Corumbá e da Polícia Federal chegaram ao novo alvo.

Após a perícia, o Ibama lavrará o auto de infração e multará a proprietária da fazenda. A multa regular para esse tipo de crime ambiental é de R$ 5 mil por animal abatido já que a onça pintada está na lista de animais ameaçados de extinção, mas a penalidade deverá ser dobrada por envolver também o uso comercial para fins de turismo.

Fonte: Correio do Estado

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta para Marcelo Milan Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. valor irrisório para o crime ambiental, já que, a onça esta ameaçada e o animal topo na cadeia.

    Ou seja, turistas vão ao Pantanal pela riqueza de fauna e lá são ditas mentiras, porque a onça não é protegida, salva-guardada ou respeitada pelos fazendeiros, que em sua maioria são donos das pousadas.

    Dá para entender?

  2. bando de pré historicos!
    acham que detêm o poder pq carregam uma arma de fogo. sem isso em maos, eles são nada.
    o ser humano é mto pequeno mesmo.

  3. Faço uma aposta com qualquer um, a multa não será paga, nenhum fazendeiro será preso e o pior, continuarão a caçar no mesmo local. Alguém quer perder dinheiro???

  4. É uma droga, prá que serve Ibama, polícia, se essa maldita fazendeira só vai ser multada com esse valor irrisório por animal, tinham mais é que tirar a fazenda dela e fazer uma reserva para os animais, que ódio. Essas pessoas se acham o máximo e são o mínimo, podres.

  5. na reportagem do Jornal Nacional, a “ambientalista” Beatriz Rondon ri sarcasticamente da onça abatida por arma de fogo, e diz que a onça estava comendo suas vacas ??? acho que as onças esqueceram de atacar a principal vaca da fazenda ..

  6. Como pode isso uma ambientalista fazer uma barbaridade dessa com uma onça, ali é a sua moradia o espaço e dela os seres humanos que invadiu seu espaço, vai ficar impune essa covardia até quando vai essa covardia.

  7. Eu acho que a onca não iria querer comer esta vaca que é a dona Beatriz Rondon, porque na verdade ela não e uma vaca e sim um abutre.

  8. Baixarias à parte. Aposto que todos ou a grande maioria que postou comentários aqui come carne e come o gado que é criado por esses pecuaristas. Sendo assim, somos cúmplices desses atos de devastação ambiental, seja contra a onça ou qualquer outro animal.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>