• Home
  • Ex-chefe do Zoo de Kiev, onde centenas de animais morreram, é investigado por fraude

Ex-chefe do Zoo de Kiev, onde centenas de animais morreram, é investigado por fraude

0 comments

Por Cassio Mosqueira  (da Redação – Canadá)

Foto: Reprodução/The Canadian Press

Promotores ucranianos abriram um inquérito criminal contra o ex-diretor do Zoológico de Kiev, onde centenas de animais morreram ou desapareceram misteriosamente nos últimos anos.

Segundo informações do The Canadian Press, os promotores disseram que Svitlana Berzina é suspeito de desviar cerca de $47.000 (€32.000) do zoológico, com a encomenda de projetos que não foram totalmente realizados.

Berzina foi demitido no ano passado depois que quase metade dos animais do zoológico morreram ou desapareceram. Grupos de direitos animais afirmaram que as mortes foram causadas por maus-tratos e que animais raros foram ilegalmente vendidos a colecionadores particulares.

Berzina, que foi encarregado de outra agência de bem-estar animal, não quis comentar sobre a investigação.

Grupos internacionais de proteção animal vêm há muito tempo pedindo para o Jardim Zoológico de Kiev seja fechado devido às suas condições horrendas.

Nesta foto de 26 abril de 2010, Boy, um elefante indiano de 39 anos está coberto com um pano depois de ter morrido. Procuradores ucranianos abriram uma investigação criminal contra o ex-diretor do Jardim Zoológico de Kiev, onde centenas de animais morreram ou desapareceram misteriosamente nos últimos anos. Os promotores disseram quarta-feira, 4 de maio de 2011, que Svitlana Berzina é suspeito de desviar cerca de US $ 47.000 do jardim zoológico.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Outra coisa que deveria sair da lista de laser são os zoológicos, eles confinam os animais que normalmente são muito mau tratados e expostos a todo tipo de constrangimento.Ele deve ser mesmo investigado e preso se for culpado e tudo indica que seja.

  2. INVESTIGAÇÕES de mortes de animais submetidos a maus tratos deveriam dispor de todos os recursos investigativos atualmente à disposição dos órgãos públicos destinados a tal tarefa, quando o crime é contra humanos.
    CERTAMENTE para que tal ocorra é necessário que haja leis contemplando os direitos animais.
    APARENTEMENTE, o caso em tela na Rússia está sendo investigado mais como um comportamento criminoso de desvio de recursos públicos.
    SOMENTE isto não basta.
    É NECESSÁRIO compreender que atitudes que levam ao sofrimento e morte de animais, por sí só já são criminosas.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>