• Home
  • Procura por gato perdido em aeroporto continua em Brasília (DF)

Procura por gato perdido em aeroporto continua em Brasília (DF)

0 comments

Os esforços na busca pelo gato Esquilo permanecem. Banners foram fixados em locais de grande circulação, como pontos de ônibus, portarias de edifícios próximos e nos Correios. A GOL também elaborou cartazes que foram colocados nos murais das empresas que atuam no aeroporto de Brasília para que todos os colaboradores tenham acesso à informação.

As rondas de carro e a pé também são constantes, uma busca intensiva será feita nas dependências do aeroporto durante a noite de hoje, 29.  Ao longo do fim de semana, além das rondas, a procura será intensificada. A GOL contará com o apoio voluntário escoteiros Hokma-Guará para a distribuição de panfletos.

A GOL recebeu a informação de que um gato com características semelhantes ao perdido estava na Ceilândia, Cidade Satélite de Brasília. Uma equipe da GOL foi até o local pela manhã, mas infelizmente não era o mesmo gato. Era uma simpática gatinha que já recebeu um novo lar, foi adotada pela gerente da base da companhia na Capital Federal.

No início da tarde teve um outro alarme, porém falso. A equipe da GOL foi avisada sobre um gato, com características semelhantes ao perdido, que estaria no Jardim Zoológico de Brasília. Juntamente com o dono do Esquilo fomos até o local, mas o cliente não o reconheceu.

Mesmo sem novas informações sobre o paradeiro do gatinho, as buscas continuam. A companhia já mandou confeccionar banners que serão fixados em locais estratégicos de Brasília, no começo da noite.

Também durante a noite, já estão programadas, junto à INFRAERO, rondas no aeroporto em locais mais afastados da pista.

“Destacamos nossos procedimentos para o transporte de bichos passam, nesse momento, por revisões constantes para que sejam continuamente melhorados”.

O transporte

Esclarecemos que o gato foi despachado em Palmas (TO) na segunda-feira (25) e, no mesmo voo do seu tutor, partiu com destino final a Campinas (SP). No desembarque da conexão, em Brasília, observou pelos painéis de vidro do Finger o momento em que seu gato escapou do kennel, compartimento de transporte.

A companhia tomou providências para solucionar o caso. Juntamente com o tutor do animal, a GOL, a INFRAERO e a empresa de serviços aeroportuários, Swissport, realizou buscas no entorno de todo aeroporto Juscelino Kubtchek. Ontem (26), elas foram reforçadas com a fixação de anúncios com foto, informações do animal e contatos do dono em pontos estratégicos do aeroporto.

Fonte: Blog VoeGol

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Oxalá a perseverança vença, e os tutores deste gato consigam encontrá-lo, eles merecem e o animal também, que a esta altura deve estar bem assustado.

  2. Estou torcendo muito por você Maicon e também pelo Esquilo.Amo gatos e sei o que você está sentindo.Já passei por isso.Boa sorte!

  3. Gente, a gerente da Gol NÃO ADOTOU A GATINHA. Ela disse q iria adotar, e DEPOIS ABANDONOU A GATINHA NA RUA PRÓXIMO AO HOTEL ONDE ELA ESTAVA HOSPEDADA. A sorte era q o Maicon estava hospedado no mesmo hotel, viu tudo e resgatou a gatinha. Está la na pagina do augusto abrigo pra quem quiser ler.

    augustoabrigo.blogspot.com

  4. acho que vale a pena continuar a procura… pelo tempo ele já deve ter arranjado um local para ficar e não deve ser longe dali, com certeza algum lugar onde consiga comida. Boa sorte e que Deus ajude a encontrar esse gatinho!!!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>