• Home
  • Iódice faz compromisso público de banir peles de coelho, raposa e chinchila da marca

Iódice faz compromisso público de banir peles de coelho, raposa e chinchila da marca

0 comments

(da Redação)

Depois de apresentar peças produzidas com peles verdadeiras em sua nova coleção, a Iódice voltou atrás e decidiu banir da marca o uso de peles de coelho, de raposas e de chinchilas. A mudança de atitude ocorreu devido às pressões de defensores de animais que exigiam uma postura ética da empresa. A informação foi divulgada, no final da tarde de hoje (25),  num comunicado oficial assinado pelo vice-presidente Adriano Iódice.

Em entrevista à ANDA, Adriano disse que fez questão de escrever uma carta pública para que não houvesse dúvida sobre o compromisso e a nova determinação da Iódice, “a partir de agora não mais usaremos peles verdadeiras de coelhos, raposas e chinchilas, vamos investir no desenvolvimento de peles sintéticas para produzir nossas peças”.

No entanto, a marca continuará utilizando seda, couro de vaca, de ovelha e de peixe em suas coleções. Questionado sobre a possibilidade de que também o couro desses animais fossem banidos da marca, Adriano afirmou que a questão poderá ser revista, mas não a curto ou médio prazo. ” Banir também couro sintético é uma possibilidade que iremos discutir futuramente, a Iódice, apesar de estar há 40 anos no mercado, é uma empresa moderna, aberta às novas (éticas) e sustentáveis tecnologias.

As 16 peças produzidas com pele de coelho serão vendidas nas lojas normalmente.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Nao gostei do trecho coelho raposa e animais desse tipo. Cachorro – gato – onça – tigre, ficam em que tipo por exemplo.
    Pele é pele tirada de animal vivo, agora couro é pele tirada de animal ja morto. Devia ter sido mais explicito na declaração.

    Mas claro ja foi uma vitoria sim, com certeza que deveria ser seguida por muito.

  2. TIRAM A PELE DO ANIMAL VIVO PESSOAS, PODEM IMAGINAR TAMANHA CRUELDADE?????POR QUE????
    POR QUE O SER HUMANO TEM QUE SER TÃO CANALHA???
    ESTOU CADA VEZ MAIS PREFERINDO OS ANIMAIS SABE!!!!!!!

  3. Foi um passo; mesmo que trôpego e acanhado, esse passo foi dado.

    Se me perguntassem se gostei, diria que não.

    A indústria da moda não vai terminar com a crueldade de um momento para o outro, infelizmente. É muito dinheiro envolvido e eles não tem pena de ninguém. Só do bolso.

  4. Infelismente ficarão 12 peças ainda para venda.
    É errado o certo seria retirá-las das lojas.Como pessoas compram esses produtos será que sabem a forma que se é retirada essa pele, não se comovem. Que moda é essa? Devemos ficar atentos para que isso não seja uma renúncia forçada e passageira com o passar do tempo retornem às lojas esses produtos vindo de muita dor.

  5. “não utilizará em suas criações futuras a partir desta data peles de raposa, coelhos e outros animais que fazem parte desta categoria de bichos.”
    No trecho, esta “categoria de bichos” bem que poderia se referir à categoria dos seres capazes de sensibilidade e consciência, ou seja, todos os animais, incluindo cachorro, gato, boi, peixe, foca, ser humano…
    Seria mais coerente. Concordo com o comentário da Paula Regina.

  6. Senhores,
    Usar pele ou couro de animais é da época dos homens das carvernas, vamos evoluir, temos muita tecnologia e criatividade para fazer peças lindas sem agredir nenhum ser vivo!!
    Evolua povo!!!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>