• Home
  • Você pode evitar piometra em sua cadela ou gata

Você pode evitar piometra em sua cadela ou gata

0 comments

Útero com piometra sendo removido cirurgicamente. Foto: sem crédito

A piometra é uma infecção por bactéria, que ocorre dentro do útero de cadelas e gatas. A foto acima (obtida da internet) é de um útero de cadela, retirado em cirurgia, com piometra. O útero fica enorme assim, por causa do pus que está dentro dele. Piometra quer dizer, “pus no útero”. O animal sofre muita dor.

Há várias causas para a ocorrência da doença: tendência genética, administração de estrógeno para evitar gravidez em cadelas, administração de progesterona em gatas, etc. E, o tratamento é um só: cirurgia de castração – isto é, a remoção do útero e ovários.

Segundo o site webanimal, há dois tipos de piometra:

Piometra de cérvix aberta: ocorre corrimento vaginal através da cérvix, que pode ser sanguinolento a muco purulento (mal cheiroso e com cor de pus), e em geral é observado de 4 a 8 semanas após o término do estro (“cio”).

Piometra de cérvix fechada: sem presença corrimento vaginal. Forma mais grave da doença, pois algumas fêmeas afetadas ficam doentes antes dos tutores perceberem que existe um problema. Por não haver drenagem do conteúdo uterino, pode haver rompimento, com extravasamento do conteúdo para dentro do abdômen, levando a um quadro de peritonite, com risco de morte.

Além do corrimento vaginal, os sinais clínicos clássicos de piometra são perda de apetite de parcial a completa, febre, letargia, perda de peso, aumento do volume abdominal, vômito, diarreia, aumento no consumo de água e quantidade de urina.

E, todo esse sofrimento pode ser evitado, com a castração do animal, cirurgia eletiva, principalmente, na fêmea jovem. Isto é: o tutor escolhe fazer. É interessante a castração antes do primeiro cio, pois o útero não será exposto à ação hormonal.

É muito importante conscientizar que a castração “salva” não só da piometra, mas do câncer de útero, de ovários e de mamas. Não exponha seu animal a essas doenças! CASTRE!

Procure um médico veterinário, converse com ele – se for o caso, parcele o valor da cirurgia.

Só depende de você!

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Olá,
    minha cadela “Mel” tem onze meses, no dia 16/06/2011 a levei para castrar e ao abrir o veterinário descobriu um útero aumentado e purulento. Tive sorte e ela está bem, porém ela é tão novinha e em hipótese alguma poderia suspeitar de tal doença, piómetra. Hoje sou uma das maiores adeptas da castração antes do primeiro cio, pois sempre ouvi falar que a cadela só deve castrar após o mesmo. Gostaria que houvesse mais divulgação dessa e de outras doenças que podem acometer os cães. Sou leiga no assunto, porém sofri e chorei muito ao saber que se não fosse castrar Mel talvez em breve a teria perdido. Divulgação é a maior arma para o conhecimento e a salvação dos nossos maiores e melhores amigos.

  2. peguei uma cadela na rua, cuidei dela e dei para minha mãe. porém desde o início ela tem sangramento vaginal de cor escurecida, nós decidimos sim pela castração, mas no domingo (10/07) ela fugiu e cruzou na rua. Agora temos que aguardar pra fazer a castração. Pretendo castrar na Suipa-RJ o que vcs acham desta ONG? Grata, aguardo resposta.

  3. minha cachorro tem dois anos esta com a doença do carrapato e agora descobrimos esta doença no útero dela estamos desesperado pois o veterinário disse que o risco e muito grandi quero saber se alguen conhece alguma que já escapau depois da serurgia e si ficou normal

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>