• Home
  • Aumenta número de animais abandonados por tutores para serem mortos nos canis de Portugal

Aumenta número de animais abandonados por tutores para serem mortos nos canis de Portugal

6 comments

Em 2010, o Canil Municipal de Leiria recebeu 886 cães. (Foto: Reprodução/Correio da Manhã)

Aumentou em mais de 60% o número de cães entregues no Canil Municipal de Leiria, em Portugal, para serem sacrificados. Infelizmente, em Portugal, a matança de animais ainda não é considerada uma prática criminosa, como em alguns estados brasileiros.

“Notamos que as pessoas estão se desfazendo dos cães em número superior ao que era habitual e optam por entregá-los no canil porque a matança é gratuita”, explicou Pedro Nogueira, veterinário municipal de Leiria.

Segundo dados divulgados pela Câmara de Leiria, em 2010 foram entregues no Centro de Recolha do Canil Municipal 886 cães, quando no ano anterior tinham sido 551. Nos dois últimos anos também aumentou (de 320 em 2009 para 479 em 2010) o número de cães recolhidos pelos serviços municipais.

Dos 1365 cães que em 2010 deram entrada no canil, 544 estavam em condições de serem adotados, mas só 274 arranjaram uma nova casa. Os outros foram cruelmente assassinados.

Com informações do Correio da Manhã

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Que triste notícia com relação ao abandono e morte de cães em Portugal. Reverenciam N.S. De Fátima, que é um exemplo de amor ao próximo e são capazes de abandonar seus animais indefesos quw só nos dão amor , carinho e precisam apenas de alimentos,cuidados e atenção.
    Sinceramente o bicho homem é o pior do mundo animal.
    Miriam

  2. É mais uma prova que a crise financeira em Portugal é realmente muito séria, infelizmente, uma grande evidência disso é sempre as pessoas se desfazendo de seus animais por não terem mais condições de sustentá-los, o mesmo fenômeno foi observado na última crise americana.

  3. Crueldade não tem nada a ver com crise financeira. Se fosse assim os esquecidos do norte e nordeste do “Nosso Brasil” matariam seus filhos que comem barro.

  4. Eu não disse que crise financeira justifica o abandono, disse que é uma CONSTATAÇÃO, infelizmente, muito observada em situações de crise financeira. O texto original trata de abandono, não de morte, a morte é de responsabilidade do canil municipal que lamentavelmente ainda adota essa prática.
    E não entendi a comparação com os que “comem barro”, aliás, conheço várias situações que esses que “comem barro” foram dados a estrangeiros, adoção ou outros familiares pelos próprios pais em uma tentativa de prove-los com melhor chance de vida.

  5. devia ser pratica de crime andaram a matar animais… deviam era matar a familia dos assassinos de animais… portugal é um país da vergonha em tudo, nao é so animais, andam a gastar dinheiro em viagens em carros de luxo, esses corruptos de governantes e administradores de outras empresas,deviam dar 50 a 100 euros de ordenado churudo qe ganham para instituiçoes dos animais… assasssinos….

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>