• Home
  • Puxada de cavalo é proibida em Blumenau (SC)

Puxada de cavalo é proibida em Blumenau (SC)

8 comments

Sueli Amaral
sueli14_amaral@hotmail.com
Autor: Bruno Horwatisch Cunha

Honrosamente compartilho a aprovação da Lei Ordinária 6.035/11, proibindo a realização da puxada de cavalo em nosso município. É certamente, motivo de grande comemoração para todos que defendem os direitos animais, principalmente para os que convivem de forma mais próxima com as barbáries e absurdos que essa prática vem desencadeando em um município vizinho.

A puxada de cavalo é mais uma dessas atrocidades que erroneamente são visualizadas e justificadas por serem culturais, no sentido mais distorcido possível de cultura. São lastimáveis essas tentativas de transformarem tradição, conservadorismo, insensatez e agressão em algo sagrado.

A atividade consiste na competição de cavalos submetidos a grande carga, estima-se média superior a uma tonelada. Esses animais são absurdamente guiados, puxados e violentados por criaturas teoricamente humanas que divertem-se em um “emocionante” jogo, absolutamente terminal para a saúde do bicho, deparando-se amplamente indefeso, sendo notório esse abalo emocional, não raras vezes, identificado pela alta produção de excrementos.

Acredito que muitos tenham feito a seguinte indagação: mas essa “disputa” não ocorre em Blumenau, para que proibir o inexistente?

Bem, vamos por partes. Afirmar a inocorrência de algo não é uma tarefa simples. É mais coerente expormos o desconhecimento na realização. O que de modo algum torna-se antagônico com a proibição, visto que em outros municípios a prática que até então não era registrada, adquiriu contornos reais. Garanto a vocês que o movimento inverso é muito mais complicado.

Digo isso porque sinto, juntamente com outros grandes amigos e colegas que abraçam a bandeira animal e realizam lutas constantes para a proibição da puxada de cavalo, é muito angustiante constatar interpretação diversa e insensível dos operadores do direito, não concebendo os dispositivos e, acima de tudo, os princípios que norteiam normas que deveriam ser protecionistas, mas que na prática tornam-se inócuas.

Sinceramente, não surpreendem episódios como as agressões sofridas pelas grandiosas mulheres que lideram de forma pacífica e corajosa ideais nobres e nem sempre populares. Cada dia fico mais seguro que pessoas que não possuem atitudes éticas com os animais dificilmente terão com os humanos.

Parabéns aos ativistas voluntários e representantes públicos que trabalharam por esse preventivo e importantíssimo avanço, por aceitarem a incumbência de ser voz daqueles que infelizmente não possuem.

Fonte: Folha de Blumenau

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Cidadãos de Pomerode, agora é a vez de voces!

    Parabenizo todos os envolvidos nessa empreitada, que buscou, acima de tudo, justiça e respeito aos animais.

  2. Parabéns, Blumenau!!!!
    Agora falta Pomerode e o povo de Barretos e cidades do maldito circuito de rodeios acordarem.
    Animal não é brinquedo, nem equipamento para esporte. Quer emoção? Vai prestar serviço voluntário.
    Não existe nada mais emocionante do que fazer o bem, inclusive aos animais.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>