• Home
  • Baleias-de-bico são perturbadas pelos sonares da marinha

Baleias-de-bico são perturbadas pelos sonares da marinha

0 comments

Foto: Reprodução

Um novo estudo sugere que as baleias-de-bico são particularmente sensíveis a sons pouco familiares, como sonares utilizados pela marinha. Através da sua observação, os investigadores descobriram que quando há sons emitidos por sonares, as baleias deixam de comunicar e afastam-se.

Um grupo de cientistas da Universidade de St. Andrews, na Escócia, tem trabalhado com especialistas da marinha de todo o mundo para investigar como os sonares afetam as baleias-de-bico.

Neste  estudo, publicado na revista PLoS One, os investigadores focaram-se nas águas que envolvem o Atlantic Undersea Test and Evaluation Center da marinha dos Estados Unidos, localizado nas Bahamas.

As baleias-de-bico de Blainville (Mesoplodon densirostris) foram identificadas na envolvente do centro, através do equipamento de monitorização acústica da marinha, utilizado para ouvir sinais dos submarinos.

Durante os exercícios da marinha norte-americana, em que foram utilizados sonares, as baleias deixaram de emitir sons. Os cientistas pensam que estes sons são utilizados para comunicação e auxiliar a sua navegação.

A marcação individual de baleias com um transmissor, permitiu seguir os movimentos das baleias. Descobriram que as baleias afastam-se cerca de 16 quilometros da área onde estão a ser realizados os testes e não voltam durante três dias.

“Foi claro que estas baleias movem-se rapidamente para longe dos sonares. Agora pensamos em algumas circunstâncias, (…) os animais podem ficar encalhados e acabam morrerendo.” Refere Ian Boyd, chefe do grupo de investigação.

A comunicação naval por sonares já tinha sido relacionada com a morte de baleias encalhadas. Em 2000 e 2002, grandes grupos destas baleias ficaram encalhadas e morreram, em zonas onde estavam a ser realizados exercícios navais. Após estes casos, aumentou a preocupação de que a morte das baleias poderia estar directamente relacionada com a emissão de sinais de média-frequência.

Estas baleias são conhecidas por emitirem sons de alta-frequência mas esta é a primeira vez que é provado que reagem a sons de média frequência. “Mostramos que estes animais reagem a sons sonar a níveis mais baixos do que era assumido anteriormente. Talvez o resultado mais significativo das nossas experiências é a extrema sensibilidade destes animais a perturbações.”

Fonte: Naturlink

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>