• Home
  • Cachorro que vive em colégio ajuda a controlar mau comportamento dos alunos

Cachorro que vive em colégio ajuda a controlar mau comportamento dos alunos

5 comments

Por Giovanna Chinellato  (da Redação)

Oscar é um labrador chocolate extremamente amável e carinhoso. Nada incomun até aí. O que o torna realmente diferente de outros cães é que ele vive em um colégio britânico. Os professores e diretores do Cantell Maths and Computing College acolheram Oscar com intuito de melhorar o comportamento dos alunos. E em um mês na nova casa, Oscar já reduziu em 40% o mau comportamento dos alunos.

O coordenador do colégio Des Anderson disse: “Ele é o melhor parceiro das crianças. Algumas vezes os alunos chegam nervosos e Oscar os acalma, é muito difícil ficar bravo com um labrador. Isso significa que podemos trabalhar o aluno no mesmo dia, em vez de esperar que ele esteja mais calmo no dia seguinte. Em vez de uma abordagem punitiva, conversamos com o aluno para tentar mostrá-lo o que fez de errado.”

Oscar passa o tempo todo com os alunos, por livre e espontânea vontade. Ele se senta aos seus pés para receber agrados ou ouvir histórias. “Oscar é muito divertido e muito fofo. Eu amo ele! Sempre que estou triste ele vem me alegrar”, conta Matthew Manning, de doze anos.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Mas será que os alunos brasileiros agiriam da mesma forma com o cão? Será que o animal acalmaria ou seria vítima de agressão. Longe de mim ser preconceituosa, mas a gente ouve tantos relatos de violência nas escolas brasileiras (agressão entre alunos ou de alunos com professores).
    A iniciativa dessa escola britânica é realmente muito boa. Estão de parabéns!

  2. Esta ideia era optima se se aplica-se nas escolas potuguesas,mas tal não acontece porque a mentalidade é muito curta. Os animais fazem milagres, em prisões norte americanas já se isso e tem humanizado ou melhor (animalizando) verdadeiros facinoras.

  3. Na verdade, é muito dificil de ficar bravo com qualquer animal, principalmente quando ele é tão expressivo e carinhoso e gosta de ficar junto da gente como os cães e os gatos.
    Se os cães fazem milagres em prisões norte-americanas, poderia, quem sabe, fazer sucesso nas escolas brasileiras.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>