• Home
  • Direção do Hovet da USP responde à denúncia de internauta

Direção do Hovet da USP responde à denúncia de internauta

27 comments

Adriana Cruz  (assessora de imprensa da USP)
acruz@usp.br

Publicamos aqui a resposta do professor Luis Claudio Lopes Correia da Silva, diretor do Hovet da USP à denúncia feita por internautas à Ouvidoria da Universidade e veiculada na ANDA sobre eutanásia em animais abandonados.

Prezada Ouvidora da Universidade de São Paulo

Após leitura do relato faço a seguir breves considerações:

1. Quanto ao fato ou mesmo sua veracidade, informo que desconheço o relato apresentado, não havendo qualquer registro de animal abandonado  no Hospital Veterinário nessa data.

2. Os funcionários do Hospital Veterinário não estão orientados ou autorizados a dar ou informar destino de animais abandonados, mesmo porque não há procedimento padrão nesses casos, uma vez que não é de responsabilidade do Hospital Veterinário seu abrigo ou destino.

3. O Hospital Veterinário presta serviço de atendimento médico-veterinário à comunidade, em horários pré-determinados, dentro  de sua capacidade, dando apoio às atividades de ensino e pesquisa,  sempre acompanhado de responsável, e diariamente há dispensa de casos,  uma vez que não há como atender à demanda.

4. Animais abandonados no município de São Paulo é questão de saúde pública e de responsabilidade da prefeitura de São Paulo, que infelizmente não assume a parte que lhe cabe, transferindo-a à  população.
Mais de uma vez entrei em contato com o Centro de Controle de Zoonoses  e fui informado que não recolheriam animais abandonados na USP.

5. Como parece não haver quem se responsabilize, esses animais, infelizmente, perambulam pela cidade ou pelo campus, quando podem,  sendo eventualmente adotados por alguém que tem compaixão e condições  de tratá-lo e adotá-lo, como alunos e funcionários da própria FMVZ,  sem que os mesmos passem por quarentena, exame veterinário, avaliação comportamental e manejo sanitário apropriado antes que possam ser inseridos em um lar sem risco à população.

6. A FMVZ, através do HOVET, em convênio recentemente  firmado com a COCESP, dará todo apoio necessário ao Programa de Saúde  Animal desenvolvido por aquela Coordenadoria.

att,

Luis Claudio Lopes Correia da Silva
Diretor do Hospital Veterinário
Prof. Associado do Depto de Cirurgia FMVZ/USP

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. USP = Universidade de São Paulo

    Alguém viu a palavra Ong aí em cima? Alguém dá uma medalha pra quem salvou a cachorra, pois ela se acha especial.
    Pra quem não trabalha, não estuda na USP, nunca vai entender a Universidade. Ela foi projetada para estudos e pesquisas, não para abandono de animais.
    Sinceramente, a USP faz muito fazendo propagandas dentro do campus, tentando conscientizar as pessoas para não abandonarem animais lá, mas ela não deveria se preocupar com isso.
    Engraçado que no início da discussão, era quem salvou a cachorra, mais uma testemunha. Agora já se fala em 8!!!

  2. Veterinário NÃO FAZ CARIDADE. NINGUÉM entende isso. Eu gostaria muito de salvar todos os animais que encontro na rua, mas não posso, porque não posso pagar para mantê-los. Acho que muita gente aqui simplesmente fecha os ouvidos (ou os olhos, no caso) e ignora o fato de que o HOVET NÃO é o culpado. O culpado é o ignorante que abandona o animal. Então parem de xingar um hospital, que tenta se manter financeiramente cobrando um preço justo (na verdade, até barato) pelo seu atendimento, primando pela excelência e bom tratamento, e vão atrás do infeliz que abandonou o pobre animal. Não sejam idiotas, tenham um pouco de bom senso.

    Aproveitando, gostaria que todos os que dizem para os veterinários cuidarem dos bichos abandonados de graça expusessem aqui suas ocupações atuais. Estou precisando de vários tipos de serviços e não posso pagar por eles, quem sabe tem alguém aqui que faça de graça.

  3. É isso aí! Eu estou com vc, Luiz!! Estou precisando de um advogado que não cobre honorários, alguém aí se habilita?
    Não? Puxa, como vcs são desalmados!! Eu aqui, com tanto problemas, sem condições financeiras, precisando de um advogado e ngm pode trabalhar de graça pra me ajudar??? Que absurdo!!
    Vcs não fizeram direito por amor!

  4. ” Ela vinha da Hovetusp, aonde o cão ficou no oxigenio, quando deu 17 horas, a veterinária residente desligou o oxigênio e indagada pela dona do cão, disse que eram 17 horas e ia embora. A mulher lhe disse que o cão não poderia ficar sem oxigênio e a residente não quis nem saber. A mulher correu com o cão prá essa clínica, mas ele morreu no caminho, por falta de oxigênio.”

    Olha, disso eu não duvido. Dá 17h e todo mundo quer voar pra casa.

  5. Erika, é o seguinte:
    Animal em estado crítico, dá-se a opção ao proprietário de deixar no SIM (sistema integrado de monitoramento), que é a internação do Hovet-USP. Se o proprietário não interna, ele é orientado qto aos riscos e liberado com carta de encaminhamento para fazer isso em clínicas ou hospitais particulares. Perdi a conta das vezes em que vi veterinários anotando telefone e endereço desses lugares para os proprietários levarem os animais pra lá. O Hovet não é 24 h, convivam com isso.
    Não adianta ficar irritado pq deu 17h e as pessoas querem ir embora. As horas extras não são remuneradas e ngm tem obrigação de trabalhar de graça. Vc trabalha de graça??
    Além do mais, a maioria das pessoas, tem horário para buscar os filhos na escola, entre outros milhões de compromissos. Se na USP tem internação e o ppt acaba optando por não deixar, a responsabilidade pelo estado de saúde desse animal não cabe ao veterinário, qdo o tutor está ciente dos riscos.
    Enche a paciência de todo mundo ver que mta gente escreve, fala, dá opinião sem ter conhecimento dos fatos.

  6. Olá estou desesperada, pois minha cachorrinha esta com infecção no utero de 3centimetros ela esta morendo por favor ela precisa de uma cirurgia ela tem 6 anos é uma poodol toy não posso pagar a cirurgia, me ajudem por favor pelo amor de Deus. Obrigaga.

  7. não importa se a USP mente ou omite a verdade o propósito maior é conscientizar as pessoas que animal não é presente e que se enjoar deve descartar; é vida e tem direitos.E chega de falatório o bem maior aqui são a integridade dos animais.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>