• Home
  • Sem teto: mulher vive em carro com dezenas de cachorros em Limeira (SP)

Sem teto: mulher vive em carro com dezenas de cachorros em Limeira (SP)

7 comments

Sua casa é o seu carro, e a sua família são os cerca de 20 cachorros, tão bem cuidados quanto ela própria. Essa é a situação de Ederly, desde que perdeu na Justiça o imóvel onde morava, depois de não conseguir mais arcar com as prestações.

O carro é fruto da indenização que lhe coube, além de sua moradia com os animais há quinze dias. Dentro dele, além de cachorros dormindo, algumas sacolas com roupas, um rádio, e a Bíblia. “Sou uma missionária de Deus”, afirma. Ela não consegue esconder o afeto incondicional pelos cachorros, principalmente enquanto conta a sua situação.

“Não quero mais humilhação do que estou passando. E também não quero me desfazer de nenhum deles”, disse ela, aos prantos.

Ederly vivia de vendas de rifas e bijuterias, mas garante ter formação, inclusive falando duas línguas, inglês e espanhol, como pôde mostrar à reportagem. Sem casa, a sua preocupação é achar um local para deixar os animais, para que possa trabalhar.

“Ganho ração para eles, e também consigo comida para mim, além de lugar para passar a noite com eles no carro. Preciso de um local para deixá-los provisoriamente, para eu poder trabalhar e dar entrada em uma chácara para morar”, diz.

Ela chama os cachorros, um a um, pelo nome, e todos atendem prontamente, mesmo quando estão correndo longe. Ela também dá bronca quando eles não obedecem, como se falasse com crianças.

“Dois deles estão cegos, e outros estão com câncer. Eu tinha mais animais; já doei o dobro, além de vender todas as minhas coisas. Há mais de 40 anos crio cachorros, alguns deles estão comigo há 20”, diz ela, que garante vacinas e castração, e volta a lembrar que não quer se desfazer deles. Ela conta 17 “filhos”, entre machos e fêmeas, fora os filhotes.

Embora não se mostre orgulhosa por isso, diz que ganha comida batendo em portas. Portas fechadas pela sua família diante de sua situação, conforme conta. Santista, veio a Limeira há 30 anos cuidar da mãe doente, que já faleceu. Ela diz que tem uma filha, que está na mesma situação dela.

Depois de 14 anos de financiamento, não conseguiu mais pagar as prestações da casa (que era) própria. Quem se interessar em ajudá-la, sobretudo para acolher os seus animais temporariamente, pode ligar para (19) 8814-3336.

Fonte: Gazeta de Limeira

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Ederly,sou de Limeira e tenho certeza que você vai conseguir ajuda.É sempre assim,família em muitos casos não serve para nada.Ainda bem que você tem a companhia desses verdadeiros amigos,que são seus cachorros.Boa sorte!

  2. Silvana, voce sendo de Limeira pode ajudar a Ederly, mesmo achando q não. Leva o q voce puder p/ ela, pede p/ as pessoas q voce conhece, ajuda p/ ela, faz um pouco a + de comida e leva p/ ela.
    O q s/ coração mandar, faz. Como se fôsse p/ voce. E Deus vai te retribuir.

  3. Pessoal de Limeira, por favor, ajudem essa mulher. Façam uma vaquinha para as suas necessidades. Apesar de tudo, ela não deixa aqueles que realmente a ama. Eu creio que essa mulher terá seu futuro melhor, em nome de Jesus!! Deus é fiele misericordioso. Deus abençõe a todos!!!

  4. Creusa,telefonei para a Ederly e ela disse que recebeu muita ração,roupas.Porém o grande problema dela é arrumar um lugar decente para que possa ficar com seus cachorros.Mandei um email para a UPA ,vou conversar com amigos meus que conhecem proprietários de chacaras ou sítio.Quem sabe né?Se eu pudesse comprava uma casa para ela,mas infelizmente só se eu ganhar na sena.Vamos torcer para que tudo dê certo.Abraços

  5. Infelizemnte não existe o ‘sonho’ da casa própria. É tudo um golpe dos malditos BANCOS para tirarem o que você tem e o que você vai ter!
    peço que colaborem com a Edderly, pessoal.!

  6. Ah!!!!!!!!!! casa própria né??? é sonho de todos mesmoooo mais nesta cidade Gente??? quem nasceu aqui e mora aqui vai morrer aqui e não vai pegar casa própria… ou você se mata de tanto trabalhar e compra a sua ou fica neste estado ai ó……

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>