• Home
  • Estilista John Bartlett defende coleções 100% veganas

Estilista John Bartlett defende coleções 100% veganas

6 comments

Imagem: NBC

Por Lobo Pasolini (da Redação)

O estilista de moda masculina baseado em Nova Iorque disse que depois de fazer a sua transição para o veganismo na vida pessoal, agora sua intenção é que nenhum produto animal seja usado em suas coleções. E ele não vai participar de nenhuma semana de moda até que isso aconteça.

“Na próxima vez que eu mostrar minhas roupas, eu quero mostrar uma coleção completamente vegana. Eu quero deixar claro que existe uma intenção por trás dela. No último ano eu tirei o couro das minhas coleções. Eu não vou mais usar penugens e nem lã”, ele disse a NBC.

No último domingo Bartlett participou de uma discussão sobre a relação entre a moda e os animais no Jivamukti Yoga Center em Nova Iorque organizada pelo blogueiro vegano Joshua Katcher.

Segundo informações da NBC, quanto à semana de moda em Nova Iorque, Bartlett disse que vai assistir os shows de seus colegas.

“Mas é muito desconcertante porque eu sei que alguns usam peles e eles sabem como eu me sinto. Eles não entendem porque pele não é nada fabuloso. Eles simplesmente consideram peles como um tecido. Existe esta desconexão incrível. É o mesmo tipo de desconexão quando se come um hambúrger.

A sua intenção, diz Bartlett, é liderar com um exemplo positivo.

“Eu estou tentando encontrar a minha voz. E eu estou muito feliz de estar neste caminho agora.”

About the Author

Follow me

Blogger, jornalista, videomaker, ativista vegano.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Ai meu Deus! pelo menos esse p se salvar. Pode ser q os colegas dele passem a entender todo o horror q é o uso d peles…

  2. UM ARTISTA e empresário que começa a colocar a Ética, na frente de suas decisões e negócios.
    ESPERAMOS que muitos outros venham.
    LEMBRO de John Lennon, junte-se a nós e o mundo será um só.
    PODEM pensar que somos sonhadores, somos mesmo.
    DEVEMOS construir o futuro com sonhos, não com pesadelos.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>