• Home
  • Lei que proíbe circos na China entra em vigor e fecha dois zoos

Lei que proíbe circos na China entra em vigor e fecha dois zoos

12 comments

Por Giovanna Chinellato (da Redação)

Foto: PETA

Desde setembro de 2010, os zoológicos chineses foram proibidos de usar animais em shows e circos. A lei entrou em vigor na semana passada, e dos 300 zoos do governo, dois já foram fechados por continuar com os circos.

De acordo com a PETA, algumas das crueldades nos tais “espetáculos” incluíam leões nas garupas de cavalos, ursos na corda bamba, macacos lutando uns contra os outros e animais vivos sendo jogados na jaula de predadores. Os zoológicos discordam da proibição dizendo que estão “transformando os animais em estrelas”. As investigações da Animals Asia e da PETA já provaram o contrário.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. É tudo tão lento… Mas tenho fe que a abolicao animal vai acontecer!!! Parece pouco, mas apesar de jamais voltarem a ser animais livres e felizes, pelo menos não serao mais torturados!!! Precisamos formar “soldados” para o futuro, pois nos não veremos muito mais que isso…não vamos desistir!!!

  2. Não conheço o conteúdo dessa lei na china, mas com certeza a Animais Ásia e a PETA não vão mudar os hábitos alimentares daquele país e essa tentativa de proteger pode levar esses animais a serem servidos nas mesas desse povo assim como são servidos os gatos, cães, escorpiões, ratos, cobras, besouros, e toda espécie não humana, essas organizações “protetoras” na intenção de aparecer na mídia podem fazer com esses animais o que alguns estados americanos e o macaco de imitação chamado Brasil está fazendo com os galos combatentes, ou seja, tira-los de uma situação considerada ruim por leigos que não analisam as conseqüências de cada situação, para uma muito pior que é tirar o bem mais precioso de todo ser vivo, a própria vida.

  3. A China é realmente um país de extremos, principalmente no que se refere aos animais. Ao menos dessa vez o extremo foi positivo. Quanto ao comentário do Tdeu, entendo seu ponto de vista e não concordo com a eutanásia de animais, por motivos óbvios. Porém, creio que o “bem mais precioso” passa a ser uma tortura diária quando o ser vivo está sendo espancado para que “aprenda” novos truques, está trancafiado em jaulas ínfimas nas quais mal pode se movimentar e por aí vai. Eu preferiria morrer a passar o resto dos meus dias, durante anos a fio, sendo torturado.

  4. é muito bom saber que passos estão sendo dados rumo a uma conscientização que tais entidades, circos com animais e zoológicos, fogem ao padrão de compreensão socioeducativa, e de respeito, que o século 21 exige.

    Falta muito ainda, mas chegaremos lá! Não esmorecer e criar condições que sempre favoreçam essa conscientização é meta de todos os que lutam pela causa animal no planeta.

  5. Concordo contigo André, dependendo da situação talvez eu me suicidasse, mais uma coisa é eu resolver sobre o fim da minha vida e outra é achar que posso por o fim na vida dos outros, mesmo porque às vezes o que é tortura sob seu ponto de vista pode não ser sobre o meu, grande parte desses animais não tem a menor condição de ser reintegrado a natureza dado sua dependência provocada pela convivência com os humanos, na minha modesta opinião deveria sim ser proibido criar todo e qualquer animal silvestre, e criar reservas de seu habitat natural para que pudessem viver sem a interferência humana que nunca deveria fazer deles fonte de rendas pessoais nem pra o governo veja a exemplo de Brasil se for pago taxas aos órgãos de meio Ambiente você pode criar tudo como propriedade sua se não pagar taxas toda essa relação entre humanos e não humanos é chamada de exploração, trafego e tortura para alimentar a indústria da multa e do abuso de autoridades com base na deficiência de uma lei e ignorância de um povo. Quanto aos que já estão aprisionados proibir sua reprodução e tentar dar-lhe o mínimo de dignidade dentro de sua realidade até que um dia não houvesse mais animais silvestres sobre tutela humana, quanto aos animais domésticos deveriam ser avaliados todos os aspectos positivos e negativos relativo a cada espécie, que vantagem tem um animal se você o tira de seu preservador para que ele seja assassinado usando o pretexto que alimentação é uma necessidade humana eu acredito que para o animal não interessa se ele morreu pra lhe divertir ou lhe alimentar o importante seria viver fazendo aquilo que lhe foi reservado pela natureza.

  6. Acho que esses animais vaõ pra panela não confio nessa raça que come tudo que voa,anda nada,rasteja emfim são crueis frios e sem excrupulos, Deus ajude que essa lei funcione.

  7. É impressionante a insensibilidade desses malditos chineses, tornando os animais estrelas, só se for do sofrimento, da cárcere e da humilhação.Já passou da hora desse País tentar mudar sua imagem, inclusive deixando também de vender animais nas ruas e muitas vezes os matando na frente do comprador, é um lixo não acham?

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>