• Home
  • Arábia Saudita captura urubu acusado de 'espionagem'

Arábia Saudita captura urubu acusado de 'espionagem'

2 comments

Animal tinha GPS e etiqueta de universidade israelense, que diz estudar migrações

Urubu é o único preso no suposto caso de espionagem; em 2010, o acusado foi um tubarão. (Foto: AP)

Forças de segurança da Arábia Saudita capturaram um suposto “urubu espião” que carregava um localizador GPS e uma etiqueta da Universidade de Tel Aviv, em Israel, informou nesta quarta-feira (5) o jornal britânico Daily Telegraph.

Segundo o diário, a ave entrou no território saudita na semana passada e foi avistada por moradores locais, que estranharam o bicho “equipado” e chamaram as autoridades.

A história rapidamente se espalhou pela internet e gerou uma onda de acusações em sites árabes sobre um suposto “plano sionista” para usar aves como espiões. O urubu, enquanto isso, permanece sob custódia.

Autoridades citadas pela mídia israelense negaram que o animal tenha qualquer propósito espião e disseram que tudo não passa de um inocente estudo de longo prazo sobre as migrações dos urubus.

O incidente, no entanto, revelou a paranoia dos países vizinhos a Israel com o crescente poderio da inteligência do país.

No ano passado, um oficial do Egito disse que um tubarão que tinha atacado turistas na região de Sharm el Sheikh também estava a serviço do Mossad, o serviço secreto israelense.

Fonte: R7

Nota da Redação: Mais uma vez animais inocentes pagam pela sandice humana. Implantar equipamentos para quaisquer fins, seja espionagem ou estudo, constitui uma agressão à natureza da ave. Como se pouco fora, o urubu ainda acaba preso pela culpa a ele atribuída. Quando deixaremos os animais em paz?

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta para JT Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Sou bióloga e digo que os estudos de biologia e hábitos migratórios, como colocar GPS, são importantes para estabelecimento de rotas de migração e outros estudos de conservação da espécie. Imagine se precisam construir uma nova rodovia, hospital, parque, aeroporto, enfim, qualquer coisa, mas o local é de nidificação de Urubus, como isso vai ser sabido e a obra realocada se os hábitos dos animais não forem estudados? E se construirem um aeroporto bem na rota de migração? É morte para as aves e para os passageiros dos aviões que irão cair, portanto, mais parcimônia e bom senso e menos radicalismo.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>