• Home
  • Animal de espécie não identificada é covardemente morto após aparecer no quintal de uma casa

Animal de espécie não identificada é covardemente morto após aparecer no quintal de uma casa

3 comments

Suposto 'chupacabras', morto em quintal nos EUA (Foto: Divulgação)

Um morador da cidade de Lebanon Junction, no estado americano de Kentucky, afirma que encontrou e matou um “chupacabras”. Mark Cothren atirou covardemente no animal ao vê-lo no quintal de sua casa. O cruel caçador alega “ter se assustado” ao não reconhecer a criatura.

O animal, covardemente morto no dia 18 de dezembro, tem orelhas grandes, cauda e bigodes longos, e tem praticamente o mesmo tamanho de um gato doméstico. “Já me disseram de tudo, que seria um gato, um guaxinim ou mesmo um chupacabras.”

Segundo informações do G1, diversos animais já foram identificados como “chupacabras”, a maioria cães e lobos. Zoólogos entrevistados pela FOX dizem que não é possível identificar o animal apenas pelas imagens.

A maioria, no entanto, diz que mais provavelmente trata-se de um cão ou de um guaxinim que, por sofrer de alguma doença, teria perdido os pelos. Cothren afirmou que, a pedido do departamento responsável pela preservação da vida selvagem de Kentucky, vai entregar o corpo do animal para análise.

Fonte: Correio 24 Horas

Nota da Redação: De acordo com a lógica do assassino que atirou no animal, devemos então matar tudo que não conhecemos? Esse animal não cometeu crime algum, foi morto covardemente por pura maldade humana. Esse homem cometeu um crime contra a vida e deveria ser severamente punido por isso. Independentemente da espécie a que pertence o animal, a violência continua sendo inconcebível, absurda e criminosa.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Concordo totalmente com a nota da redação, não justifica sair matando por não conhecer que animal se trata. É uma vida e toda vida deve ser respeitada. Essa justificativa do assassino é absurda!

  2. O ser humano é, na maioria, covarde. Destroi tudo aquilo que ele não conhece, que lhe desperta estranhaza (por que incute medo), e aquilo a que ele não pode dominar.
    É só olharmos a história da humanidade.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>