• Home
  • Ibama proíbe reprodução de leões e grandes felinos exóticos no país

Ibama proíbe reprodução de leões e grandes felinos exóticos no país

1 comments

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) decidiu proibir a reprodução de leões e outros grandes felinos exóticos no país. A decisão, publicada nesta terça-feira (7) no Diário Oficial da União, foi tomada pelo elevado número de casos de abandono e maus-tratos desses animais, segundo o Ibama.

Segundo a Superintendência do Ibama no Rio de Janeiro, com a decisão, fica proibida a reprodução dos grandes felinos exóticos: leão, tigre, leopardo, puma, pantera e lince. O controle populacional, segundo o Ibama, deverá ocorrer por meio de vasectomia.

Comércio de grandes felinos

Ainda segundo a decisão do Ibama, a comercialização de grandes felinos exóticos infelizmente ainda poderá ser feita entre zoológicos. Fica proibida a importação desses animais, exceto a importação realizada por zoológicos que apresentem programas de reprodução dessas espécies e que tenham Autorização de Manejo emitida pelo Ibama.

Fica proibida também a realização de procedimentos que caracterizem mutilação dos animais, tais como a extração de unhas e presas.

Com informações do G1

Nota da Redação: Uma medida que leva em conta a preservação e o respeito pelos animais não abre concessões ao comércio e à retirada desses animais da natureza. A ação do Ibama, apesar de ser supostamente em defesa dos felinos, acaba por se contradizer ao permitir que os animais sejam arrancados de seus ambientes naturais, para em seguida viverem confinados em zoos. Lugar de animal é livre na natureza. É dever dos seres humanos, e mais ainda das autoridades, investir na preservação dos habitats.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>