• Home
  • Família adota lebre que ficou traumatizada após ter sido abandonada pela mãe

Família adota lebre que ficou traumatizada após ter sido abandonada pela mãe

2 comments

(da Redação)

Foto: Reprodução/Daily Mail

Uma família adotou uma lebre selvagem que tem “agorafobia” (transtorno de ansiedade que consiste em temer multidão pelo medo de que não possa sair do meio dela caso se sinta mal). Por isso, o animal tem muito medo de sair. Em vez disso, fica dentro de casa assistindo TV com eles e dormindo em suas camas.

John Naylor e sua esposa Suzy encontraram Frances quando ela foi abandonada pela mãe e escapou de ser morta pelo arado de um fazendeiro.

A criatura adorável, marcada por seu calvário, agora se junta à família assistindo TV esparramada no sofá, é alimentada com leite de cachorro, usa caixinha de areia do gato, e se junta à família em suas camas.

O animal é o melhor amigo do terrier da família, Mouse. Ela tem roído vários fios de telefone, deixando os Naylor sem o serviço.

John Naylor disse: “Nós a temos desde quando ela tinha apenas alguns dias, e ela se tornou mansa muito rapidamente. Eu tentei convencê-la a correr pelo jardim, mas ela fica extremamente assustada, então ela fica em casa, assistindo a televisão. A mantemos em casa, porque ela é agorafóbica. Não seria justo colocá-la fora, ela não gosta e não seria capaz de lidar com o mundo exterior”.

Naylor – cujos filhos de Eve, seis, e George de quatro anos, amam o animal de estimação – disse que Frances tinha apenas quatro centímetros de comprimento quando ela foi resgatada.

Agora, ela os ama tanto que simplesmente se recusa a sair das quatro paredes da casa de campo da família na pequena aldeia perto de Langtoft Driffield, East Yorkshire, na Inglaterra: “Um agricultor a viu em um campo que estava sendo lavrado. Ela tinha sido abandonada”.

“O agricultor pensou que ele poderia ter cortado Frances com o arado e telefonou-me imediatamente. Trouxemos a lebre para casa e começamos a alimentá-la com leite de cachorro. Ela pesa agora cerca de três quilos e adora se aconchegar, além de gostar de doces, comida de coelho, cenouras, salsa e aipo com folhas de dente de leão. Talvez um dia no futuro ela ainda supere seu medo e vá lá fora como uma lebre normal. Ela é muito inteligente, uma inspiração incrível”, afirma Naylor.

Suzy Naylor, dona de casa, 33 anos de idade, acrescentou: “Ela adora se juntar a nós na cama e pula ,seja em nossa cama ou nas de nossos filhos, então fuça no edredom como um gato. Na verdade, ela é como um gato de muitas maneiras;  é incrível um animal silvestre pode ser assim. Ela pode ser impertinente e tem mastigado fios de telefone tantas vezes, que temos que constantemente utilizar os sobressalentes. Mas não há como ficar bravo com ela porque é tão bonita, e agora é um membro muito querido e muito importante da família”.

John Naylor fez da lebre uma estrela em sua mais recente exposição de arte.

As informações são do jornal Daily Mail.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>