Vovó Natureza

0 comments

O grilo esfrega as pernas pra falar. O cachorro sorri com o rabo. E com o rabo o gato diz quando não está gostando. O morcego acorda quando fica de noite. A cigarra nasce enterrada e só sai depois de dezesseis anos. A minhoca tem cabeça, mas quase ninguém sabe direito em qual das pontas é. A cobra engole inteiro porque não tem garfo e faca. O macho da borboleta não liga se parecer fêmea. O pinguim é tão bonzinho, que o coração dele deve ser mais quente que o nosso. O beija-flor beija a flor, mas a flor também beija o beija-flor. O macaco tem medo, mas não tem vergonha. Eu não sei se a coruja vira a cabeça pra trás porque é curiosa ou desconfiada. A listra é a impressão digital da zebra. E a pinta é a da onça. O cachorro de rua fica menos doente que cachorro de madame. Eu nunca vi o carroceiro parar pra perguntar se o cavalo está cansado. A gente observa o peixe no aquário ou é ele que observa a gente? Ah: com o ferro das gaiolas e com o vidro dos aquários daria pra fazer coisa muito mais útil do que gaiola e aquário.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>