• Home
  • Voluntária de Umuarama clama por ajuda para manter os animais que recolhe

Voluntária de Umuarama clama por ajuda para manter os animais que recolhe

3 comments

 

(Foto: Reprodução)

A voluntária Ana Coelho precisa de ajuda. Nos últimos anos ela tem dedicado sua vida a cuidar de dezenas de cães e gatos abandonados ou feridos por conta de maus-tratos na cidade de Umuarama, Paraná. Como é de praxe, instituições públicas e privadas não estão nem um pouco interessadas em ajudar verdadeiramente este tipo de ação. Ana está com uma grande dívida com compras de alimento para animais e clama por doações.

O trabalho da voluntária começou há sete, pegando um e outro animal da rua, perdido nos arredores de sua casa. Hoje já são 16 cachorros e 51 gatos, a grande maioria vítima de maus-tratos. Um cachorro foi resgatado de dentro de um poço, outro gato teve o crânio quebrado por ter comido um pedaço de carne sobre a pia, outro abandonado na rodovia, esfaqueado e animais tomados pela sarna.

Na casa de Ana há bichos por toda parte, e ela afirma que até já deixou de comer para alimentá-los. Atualmente, sua dívida com compra de ração é de R$1.800. Ela gasta 130 quilos por mês. São R$70 reais cada saco de ração que dura apenas cinco dias. “Estou tirando animais da rua e tentando controlar o aumento de cães e gatos abandonados em Umuarama, todos são castrados, vacinados, alimentados e limpos”, comenta.

Com uma herança que recebeu, Ana está construindo um canil, onde poderá organizar os animais e promover um controle mais rigoroso de zoonose. “Por isso a única coisa que peço é ração, pois estou passando por uma verdadeira crise por amor a esses bichos”, conta ela revoltada com as monstruosidades de algumas pessoas que se desfazem de animais como se fossem trapos.

Sua vida tem sido dedicada quase que exclusivamente a cuidar dos bichos, dia e noite. Não há sequer férias. “Meu marido foi com as duas crianças para a praia e fiquei aqui sozinha 15 dias porque não dava para abandonar os animais”.

O problema, segundo Ana, é que a maioria das pessoas quer oferecer uma pseudoajuda. As pessoas ligam para ela e afirmam que vão levar ração, mas junto ao alimento, levam outros animais. “Esses dias um senhor disse que me traria um saco de ração se eu ficasse com seus sete gatos; esse tipo de ajuda não dá para aceitar”, comenta.

Quem estiver interessado em ajudar Ana com ração, basta ligar para o seu telefone: (44)3624-54-98.

Fonte: Umuarama Ilustrado

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. -Parabéns!!!
    Eu acho lindo o seu trabalho,se eu podesse eu lhe ajudaria… Mas só tenho 14 anos e ainda ñ trabalho, marquei o seu telefone assim que der eu vou te ajudar… Eu amo animais, sou louca por cachorros, gatos, etc..
    Tenho 2 cachorros, 1 coelho, i eu os amos muitooo… Tenho consiencia do seu maravilhoso trabalho, pessoas iguais a vc deveria ter milhares… Beijos, abraças…

  2. Parabéns pelo seu trabalho….
    gostaria mto de te ajudar, mas não mooro em umuarama….
    Se puder, me mande um email com o número de alguma conta pra que eu possa te ajudar…
    Bjs

  3. Não sei porque pegam os gatos, eles sabem caçar sozinhos… sobem em arvores e comem passarinhos, ratos, cobras, lagartixas, etc… só o cachorro que não consegue se virar sozinho… esse sim merece cuidados…..

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>