• Home
  • Secretário da Educação de SP compromete-se a fazer programa-piloto de merenda vegetariana em 2011

Secretário da Educação de SP compromete-se a fazer programa-piloto de merenda vegetariana em 2011

5 comments

A Secretaria da Educação do município de São Paulo fará, em 2011, um projeto-piloto para o fornecimento de merenda escolar vegetariana para alunos da rede pública da cidade. Quem garantiu isso para o vereador Roberto Tripoli (PV) foi o secretário municipal de Educação, Alexandre Alves Schneider, ao participar, nesse 8 de novembro, da audiência pública para discutir o orçamento 2011 de sua pasta, na Câmara Municipal.

Schneider (ao microfone) garante projeto de merenda vegetariana (Foto: Fabio Lazzari)

Como se recorda, de 2009 para 2010, Tripoli destinou R$ 500 mil para a Educação, visando implantar esse projeto-piloto, mas o ano praticamente terminou e a iniciativa ficou no papel. Agora, o vereador ambientalista cobrou de Schneider uma iniciativa concreta em relação à merenda escolar vegetariana e questionou se será necessária uma nova emenda no orçamento para o projeto.

Schneider garantiu que “o vereador não precisa fazer outra emenda orçamentária. Nossa Secretaria vai fazer o projeto-piloto”. E Tripoli perguntou por que isso não foi feito em 2010, já que o mundo inteiro vem discutindo a redução do uso de carnes na alimentação, do ponto de vista ambiental inclusive.

E a cidade de São Paulo já aderiu ao movimento mundial Segunda Sem Carne. Além disso, a proposta de esclarecer alunos da rede pública para a importância de uma alimentação mais saudável com menos carnes e derivados foi uma das conclusões da Comissão de Estudos sobre Animais, presidida pelo vereador Tripoli durante cinco meses de 2009.  “Não tivemos pernas, mas faremos”, justificou o Secretário de Educação.

Fonte: Roberto Tripoli

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Muitas das crianças da rede pública de ensino tem a merenda escolar como sua principal refeição. Acredito que a merenda oferecida deve ser sim mais saudável, mas não acredito que a retirada das carnes e derivados é o caminho mais correto. A carne é a principal fonte de ferro heme além de ser fonte de proteína de alto valor biológico, e não deve ser vista como vilã da alimentação em hipótese alguma. Espero que esse projeto seja planejado por nutricionistas que são preparados para isso e não por educadores e ambientalistas.

  2. Fico feliz em ver que as autoridades etão querendo sim, mudar para melhor a merenda das crianças.
    Pena que ainda existam pessoas sem nenhuma informação que ainda acham que carne e derivados da exploração animal é garantia de comida saudável.
    Que venha a merenda vegetariana SIM!!!

  3. Carne não é garantia de comida saudável, bem como comida vegetariana também não é. Planeje uma refeição que atenda as necessidades de macro e micro nutrientes sem carne, e ok, ofereça a merenda vegetariana. No entando, a alimentação dessas crianças não supre as suas necessidades e excluir a carne da merenda escolar não é a melhor opção. Acredito que a escolha da merenda deve objetivar prioritariamente garantir a saúde das crianças.

  4. Acho uma ótima iniciativa. Claro que tudo tem que ser bem planejado pra que todos os nutrientes e proteínas possam ser substituídos corretamente. Mas o ponto mais alto da questão, é não se alimentar com nada que tenha vindo do sofrimento alheio, daqueles que não podem se defender nem optar como querem viver suas vidas.

  5. Que fique claro: 1- o cardápio da merenda é elaborado por nutricionistas e não deixaria de sê-lo, num eventual projeto; 2- O cardápio da merenda não prevê carne todos os dias – um dia da semana tem ovo e em outro, fatalmente, salsicha. Alguém vai defender que salsicha é saudável para nossas crianças?
    As pessoas adoram falar, sem conhecimento de causa, seja da educação, do funcionamento da merenda ou de vegetarianismo. Excelente iniciativa, aguardemos entao.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>