• Home
  • Americano que libertou minks de fazenda de peles é solto da prisão

Americano que libertou minks de fazenda de peles é solto da prisão

6 comments

Por Giovanna Chinellato (da Redação)

Recentemente, o convicto libertador de minks William BJ Viejl foi solto da prisão federal.

No começo do ano, um juíz sentenciou Viehl a 24 meses na prisão pela soltura de 650 minks da fazenda McMullin and Sons em South Lake City, em Utah, nos EUA. Segundo informações do jornal de defesa animal Voice of the Voiceless, a sentença foi quatro vezes maior do que Viehl havia concordado num acordo.

O outro prisioneiro do caso, Alex Hall, será solto em dezembro, apesar de ter sido sentenciado a menos tempo que seu parceiro. Datas de soltura são calculadas de forma arbritária, sem relação com duração fixa da sentença.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Eles,a fazenda cruel alega perda material,do lucro as custas da exploraçao imoral de outros seres vivos,no caso as vitimas sao os minks.E como o comércio cruel é legal,o juiz é obrigado a agir prendendo quem se revolta e liberta os minks.Para eles é como se ativistas brasileiros,invadissem um matadouro e libertasse o gado.Infelizmente é assim.Mas para mim,o governo deveria ter a dignidade de pelo menos acabar com a tortura contra os minks,proibindo este comercio de peles alheias.Admiro a coragem do rapaz que teve peito de encarar este comercio.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>