• Home
  • Cruel e ilegal: bárbaros desafiam a lei para torturar animais em Portugal

Cruel e ilegal: bárbaros desafiam a lei para torturar animais em Portugal

4 comments

Por Lobo Pasolini (da Redação)

Animal é torturado publicamente em Portugal (Foto: Reprodução/Correio da Manhã)

No sul do Brasil, políticos oportunistas se aproveitam da ignorância e instinto barbárico de certos animais humanos para torturar animais bovinos durante três dias (farra do boi). Na Inglaterra, aristocratas saem a cavalo com seus cães no dia 26 de dezembro para torturar raposas. E assim caminha (parte de) a humanidade.

A mais recente atrocidade aconteceu na vila de Monzaraz em Portugal. Lá, uma ‘tradição’ de se torturar touros em público existe desde 1877 e foi proibida em 2002. Mas apesar da proibição, duas mil pessoas assistiram e participaram do martírio de um animal para quem religião, em nome da qual essa festa macabra acontece, não tem significado algum.

Covardia também faz parte do jogo desses bandidos disfarçados de beatos. Para evitar a identificação daquele que dá o golpe final na vítima, usa-se uma lona para camuflar o assassino.

O que se sobressai nessas estórias é que todas as atividades em questão já são ilegais, ou seja, o debate já foi feito e aceito pela maioria com algo inaceitável. Mas algumas pessoas são tão viciadas em violência que elas desafiam a lei e o desejo comum para saciar sua sede de sangue.

Esse tipo de petulância e desrespeito a lei demonstra o tamanho do desafio que ativistas pelos animais e a sociedade como um todo tem diante deles. Devemos estudar com atenção o que leva essas pessoas a participar de atividades tão repugnantes.

A desculpa esfarrapada da tradição é ultrajante e creio que ninguém mais leva a sério. O que nos resta é continuar denunciando e pressionar as autoridades a fazer mais para coibir este tipo de selvageria, além de punir com severidade os envolvidos, como manda a lei.

About the Author

Follow me

Blogger, jornalista, videomaker, ativista vegano.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Sem comentários, como se não bastasse a Espanha, uma nação ignorante e maldosa que conseguem se divertir com a dor e sofrimento de um touro, não sabia que PORTUGAL também tem esse hábito arcáico e atrasado. Vão procurar outro tipo de divertimento!!!

  2. Este é o único local onde acontece não há touradas com touros de morte à muitos anos. No 1º ano após a proibição o toureiro foi preso agora ninguém faz queixa e escondem bem o toureiro.Não deixa de ser uma situação repugnante e condenavel.

  3. nem na época das cavernas acho que o ser humano era tão escroto e baixo nivél com a natureza.foi herdado por nós dos homens primitivos a aplacar a fome comendo carne dos animais,mas devemos lembrar que naquela época remota e distante,os homens primitivos eram como os outros animais de diferentes especies,era caçar para comer e vice versa.Nós evoluimos em tecnologia em varias areas,em interatividade etc,mas como ser humano não,estamos pior do que nossos ancentrais da caverna e da época da pedra lascada.Prazer morbido pelo sofrimento alheio assim,nem eles sentiam.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>