Por exemplo

10 comments

(Imagem: Animal Print Shop)

Por exemplo, ensinar seu filho a doar um brinquedo toda vez que ele ganha um novo. Ensinar que orar é importante. E que agradecer pelo que temos deve sempre vir antes dos pedidos que temos a fazer. Ensinar que todos os animais sentem dor, que um cão de raça ou um gato raríssimo têm o mesmo direito à vida que um porco, uma vaca ou um rato. Ensinar que as plantas precisam de luz e água, e que, ao pisá-las ou maltratá-las, estamos ferindo não apenas a elas, como a natureza inteira. Uma criança que aprende bons valores éticos e morais desde pequena é capaz de desenvolver o coração nas mesmas condições com que aprimora o intelecto na escola. Ela cresce muito mais humana, com um olhar para o mundo menos egoísta, mais holístico, consciente e generoso. Ela avança rumo à vida com totais condições de tornar-se um adulto vencedor, o que, sob a minha ótica, entre outras coisas significa uma pessoa honesta e de bem, engajada em uma profissão que torna concreto o que de melhor ela pode oferecer ao mundo, e não simplesmente o que dá mais dinheiro, status ou regalias sociais. Aquela pessoa que só de a gente ouvir falar já sente alegria. Sabe? Alguém assim.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. “Ensinar que orar é importante”? Como assim? Orar só é importante pra quem tem fé e desde quando ter fé é importante? -1 pro site.

  2. Belo texto, Rogério. Hoje em dia tudo é vaidade, tudo é quanto de status, quanto de dinheiro. O quanto nos tornamos melhores, isso sim é a nossa verdadeira riqueza…

  3. É que orar, para a maioria das pessoas que crêem em alguma divindade, faz bem para a sanidade psicológica humana. E quem conseguir ser do bem só com filosofia, também estaria ótimo. Mas ótimo mesmo é respeitar os seres vivos e nosso planeta!

  4. Borges, orar pode não ser simplesmente ler uma passagem da bíblia, rezar um pai-nosso, ou reproduzir os dizeres de uma crença. Orar é mais que tudo um momento de reflexão, de pensar e desejar coisas boas para nós e para o mundo em que vivemos. Pensar em coisas boas alimenta a felicidade, a paz do corpo, o equilíbrio do nosso cérebro. É cientificamente comprovado que desejar o bem ou fazer o bem é bom para nós mesmos, para nossa alegria de viver. Ensinar a orar é repassar valores através das palavras, assim como esinar a fazer o bem é repassar valores através dos gestos.
    Não sigo nenhuma religião e tenho a minha própria fé. Mas acredito na força das palavras e dos gestos…e muitas orações são formas de transmitir paz…então, por que não?! 🙂

  5. Lara, você tem toda a razão! Orar, em seu sentido amplo, é independente desta ou daquela religião… Você foi perfeita no que disse! Respondendo a sua pergunta, fui eu sim que escrevi. Tudo o que publico aqui e no cronicato (www.cronicato.com.br) é de minha autoria! Obrigado pelo carinho!

  6. Parabéns ! Ainda não tenho filhos, mas já sei exatamente os valores que quero passar pra eles quando tiver, e respeitar os animais, a vida, a natureza.. com certeza é um deles.
    Fala-se muito em deixar um mundo melhor para as nossas crianças, mas poucos se preocupam em deixar crianças melhores.
    Abçs

  7. Orar é respeitar.
    Aliás, para mim, só existe oração(a mais linda oração!) nos olhos de cada ser “irracional” chamado animal.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>