• Home
  • Deixar o animal acima do peso é considerado crime de maus-tratos e leva à prisão

Deixar o animal acima do peso é considerado crime de maus-tratos e leva à prisão

2 comments

Se o cão ou gato está acima do peso, preste atenção. Segundo a legislação brasileira, quem induz a obesidade do animal pode parar atrás das grades por conta de maus-tratos.

A pena para esses casos costuma variar entre seis meses e um ano, mas pode aumentar, caso o bichinho morra por conta do excesso de gordura.

De acordo com uma reportagem do Fala Brasil – programa da TV Record – exibida nesta segunda (16), pesquisadores britânicos descobriram que 20 % dos animais domésticos brasileiros estão acima do peso. Para denunciar, basta procurar uma delegacia do meio ambiente.

Confira a reportagem completa no vídeo abaixo:

Fonte: R7

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta para myrian elizabeth Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Isso, vamos começar a nos denunciar uns aos outros. Vamos encher as cadeias com gente que superalimenta seus animais e depois alguém atropela os bichinhos gordos abandonados nas ruas, ou algum “protetor” que sabe tudo e odeia gente se incumbe de todos que tal?
    Desculpe mas esse povo está extrapolando!
    Como tudo o mais no mundo, a sabedoria está no meio termo.
    Ocorre que fundamentalista não conhece meio termo!
    É cadeia para gente honesta, talvez mal informada, é defender barata, é odiar o ser humano e a ele creditar somente o mal.
    Amar os animais sem deixar de amar e compreender os homens, sem se esquecer de que somos humanos, essa é a maneira de agir de alguém estruturado, são, mental e corporalmente.
    Não é assim que se conseguirá o apoio e a compreensão de outras pessoas.
    Sinto muito, mas se é assim que os defensores dos direitos dos animais agem, estou pulando fora.

  2. Eu concordo com Myrian. Esse tipo de iniciativa , em vez de angariar novos adeptos, faz com que nosso movimento seja ridicularizado. Precisamos reforçar as bases fortes e rechaçar as coisas que extrapolam.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>