• Home
  • Numero de animais diminuiu na zona de exclusão da central nuclear de Chernobyl

Numero de animais diminuiu na zona de exclusão da central nuclear de Chernobyl

1 comments

O número de aves, mamíferos, insetos e répteis diminuiu na zona de exclusão da central nuclear ucraniana de Chernobyl, desativada há dez anos, revelou um estudo divulgado pela BBC News.

Uma dupla franco-americana de cientistas das universidades de Paris Sul e da Carolina do Sul contabilizou e examinou, entre 2006 e 2009, espécies de animais selvagens na referida zona, incluindo insetos, anfíbios, répteis, aves e mamíferos.

Os investigadores já tinham detectado alguns impactos negativos dos baixos níveis de radiação nas aves, nomeadamente tumores nos olhos, no pescoço e nas patas, e em insetos.

Fonte: Expresso
 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Um canal Discovery fez, recentemente, um programa abordando isso.
    Hamsters fêmeas foram alimentadas com grama plantada em Chernobyl e tiveram filhotes com as mesmas anomalias apresentadas, ainda hoje, em crianças nascidas ao derredor da cidade.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>