• Home
  • Contaminação em rios de RO está matando peixes e outros animais

Contaminação em rios de RO está matando peixes e outros animais

0 comments

Órgãos ambientais de Rolim de Moura, em RO, estão alertando moradores das regiões banhadas pelos rios Bambu e São Pedro para que não utilizem a água desses afluentes. Desde o início do mês de julho, milhares de peixes foram encontrados mortos às margens dos dois rios. A suspeita é de envenenamento por agrotóxicos. Nesta semana, uma equipe percorreu novamente a área atingida coletando amostras da água. O resultado sai em 10 dias.

De acordo com o técnico ambiental do Ibama no município, Olício Domingos Lopes, o grupo composto por oito pessoas, entre biólogos e outros profissionais da Sedam e Secretaria Municipal de Meio Ambiente, percorreu mais de 15 quilômetros de leito, em busca de uma possível explicação para a mortandade dos peixes.

Outros animais

Em 10 dias de trabalho, os pesquisadores encontraram pistas do que pode se tornar o maior desastre ambiental da história da região. “O que matou e mata esses peixes é tão forte, que achamos capivaras, jacarés, bois e muitas outras espécies de animais mortos ao longo do caminho. É um cenário que em 31 anos de trabalho eu nunca havia presenciado. Coletamos amostras da água em pontos diferentes dos rios e vamos esperar os resultados para termos uma definição correta do que aconteceu. Em princípio é um veneno, por isso, a ingestão e os banhos nessas áreas estão proibidos”, relata.

O alerta está sendo feito nas propriedades atingidas, por meio de visitas e da imprensa. De acordo com os técnicos do Ibama, o simples contato com a água desses rios pode provocar alterações na pele. Segundo Olício, muitos peixes foram encontrados ainda vivos, nadando normalmente, mas com sua estrutura corporal necrosada. O produto jogado no rio age lentamente e faz uma espécie de decomposição da massa corpórea dos animais.

Enquanto o resultado do exame na água dos dois rios não sai, a equipe deve retornar nos próximos dias ao local para reavaliar o desastre. Moradores da região do rio Machado, ainda dentro dos limites de Rolim de Moura (onde o Bambu e o São Pedro desaguam) teriam encontrado peixes mortos ou na mesma situação descrita por Olício. Para o Ibama, enquanto a análise não for feita, não há como definir o que provocou a mortandade.

Fonte: Ariquemes Online

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>