• Home
  • Homem tortura cão até a morte e depois tenta matar a própria família, no RS

Homem tortura cão até a morte e depois tenta matar a própria família, no RS

6 comments

Um agricultor de 34 anos foi preso na segunda-feira (19), no interior do Rio Grande do Sul, suspeito de atear fogo no filho, agredir a mulher e matar o cachorro da família. Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu por volta das 2h na casa da família na zona rural de Sinimbu, a 171 km de Porto Alegre.

Em depoimento à polícia, a mulher relatou que acordou de madrugada com os gritos do cão da família provocados pelas agressões do agricultor, que estava embriagado. A mulher disse que tentou afastar o marido, que a agrediu com um facão e ameaçou matá-la. As agressões foram presenciadas pelas duas filhas do casal – de 8 e 10 anos, respectivamente.

Em seguida, o gressor teria obrigado a mulher a segurar o cachorro para que ele pudesse matar o animal. Assustadas, as crianças se esconderam no banheiro da casa, segundo a mulher. O agricultor, então, teria utilizado um machado para quebrar a porta do cômodo.

Dando seguimento às agressões, o homem retirou gasolina do tanque de sua motocicleta e jogou o combustível em seu filho de 13 anos, de um relacionamento anterior, e ateou fogo no menino. A madrasta conseguiu apagar o fogo, que provocou queimaduras no rosto, no pescoço, nos braços, nas mãos, no tórax e no abdome do menino.

Mesmo gravemente ferido, o menino teria sido obrigado a ir até um galpão buscar uma corda que seria usada para enforcá-lo. Após aparentemente desistir da ideia de matar o filho, o agricultor teria feito novas ameaças à família, utilizando uma motosserra.

Depois de destruir móveis e paredes da casa, o homem pegou no sono e a mulher conseguiu fugir com as três crianças.  família caminhou por cerca de 10 km até a casa de um conhecido, onde pediu ajuda. Acionada, a Polícia Militar foi até a casa do agricultor, onde encontrou o homem dormindo.

Na casa, a PM encontrou ainda uma espingarda sem documentação. O agricultor foi preso em flagrante e encaminhado para o Presídio Regional de Santa Cruz do Sul (RS). Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelos crimes de tentativa de homicídio, ameaça, posse irregular de arma e crueldade contra animais. O adolescente está internado em estado regular no Hospital Beneficente de Sinimbu.

Fonte: Terra

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Agora o maldito será internado num presidio psiquiatrico, porque é tido como “depressivo”. Porque estes canalhas não atentam contra a própria vida ? São doentes mas só para fazer maldade com o próximo, nunca a si próprio.

  2. alguma vez eu iria seguarar no pobre animal para um bebado agredir?compreendo o panico da senhora e de certeza ela optou por ser o cao em vez de um dos filhos a passar por tal procedimento mas se estava bebado nao seria muito dificil deita-lo a baixo.falo por mim mas nem todos tem sangue frio para atacar que prejudica uma vida…

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>