Mastigue isto

14 comments

Versão legendada do vídeo “Chew on This” (Mastigue Isto), produzido pela PETA, que mostra razões para abandonar o consumo de carne. Quem assiste ao curto vídeo (menos de 4 min de duração) inevitalmente irá se deparar com o sofrimento causado aos animais pela indústria de carne e será convidado a refletir sobre os malefícios implícitos no hábito de consumir e ingerir carne. Trata-se de um apelo forte a todos que ainda não se deram conta de que, ao consumirem carne, estão praticando a violência. Para ver o vídeo original, sem as legendas, clique aqui.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Oi, Cláudia! E agora? Você despertou, viva!!! Adentrarás um mundo completamente novo, cheio de vida, cores e novos sabores e experimentarás ternuras antes inimaginadas para seu coração… ingerir carne tem efeito sedativo sobre a sensibilidade humana e suas percepções…

  2. É,Flor de Luz,um despertar mesmo! E acredito que nem vai ser tãããão difícil assim porque tb gosto muito das outras opções de alimentos.Até!

  3. Viva Cláudia!!!!! Toda boa sorte no seu novo caminhar e lembre-se sempre que automaticamente torna-se protetora dos animais, rios, florestas, da vida, enfim. Há-braços!

  4. Estou há 6 meses sem comer frango e hj não consigo nem sentir o cheiro… carne de porco faz mais de 1 ano que não como… e estou tirando a carne também… o mais difícil será o sushi… mas eu chego lá!!!

  5. Com certeza MANU. Observará algo interessante: após um tempo de haver parado de comer frango, já não consegue mais sentir nem o cheiro. Perceberá que quando não mais comer carne, ocorrerá o mesmo. E quando parar o sushi, o mesmo! Parece incrível, mas não é. Simplesmente haverá uma mudança na sutileza dos seus sentidos assim como nas percepções em geral. Não pode perceber o mal cheiro de algo após muito tempo imerso nele de algum modo, inclusive quando ele está dentro e faz parte do cotidiano (ir ao açougue, cortar, cozinhar, defecar…) Ninguém diz, mas o odor das fezes de um vegetariano ou vegano é completamente diferente de um onívoro qualquer. Não é podre, não fede a podre (odor putrefato). Trata de um odor mais suave e discreto! Não só passará a perceber olfativamente odores diferentes ou que eram imperceptíveis antes, mas o paladar, o tato, a visão também mudam, refinam… e ampliam possibilidades.

  6. A natureza é tão “cruel”, quando se trata de sobrevivência, quanto o homem portanto não considero errado matar animais para no alimentar. Mas existem formas mais “humanas” de se fazer isso.

  7. Nillo, você disse uma verdade: a Natureza pode às vezes ser cruel em termos de sobrevivência. Mas você se esqueceu de um pequeno detalhe: comer carne NÃO é necessário pra sobrevivência humana. O seres humanos não são animais carnívoros, logo, podem viver perfeitamente SEM carne. Aliás, vivem muito melhor sem carne. Quando você deixa de ser contribuir com essa tortura, cresce infinitamente, em vários sentidos. Quem come carne ainda tem muito o que evoluir, mas eu tenho fé que essas pessoas ainda vão se conscientizar de que essa violência gratuita e covarde só traz malefícios.

  8. tamanha crueldade…será que o homem é realmente humano?
    se somos semelhantes á Deus, deveriamos ser semelhantes também no amor e na miséricordia.

  9. Oi Nilo,não quero discutir se é certo ou não matar animais, apenas quero falar sobre a forma que eles são tratados. Hoje em dia eles são submetidos a uma vida inteira de sofrimento. Existe uma enorme diferença entre criar uma frango solto, ou em um aviário superlotado, onde as luzes ficam acessas até 18 horas por dia, recebendo uma dose IMENSA de hormonios. Não vou ficar falando tudo que eles passam, mas acredite, todos os animais utilizados para alimentação tem uma vida péssima.
    Por favor, se você não sabe como eles vivem acesse
    http://www.pea.org.br/crueldade/abatedouro/index.htm
    ou assista “A Carne é Fraca” ou “Terráqueos” no youtube

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>