• Home
  • Torturador e assassino de gatos tem seu maxilar quebrado na Escócia

Torturador e assassino de gatos tem seu maxilar quebrado na Escócia

5 comments

Foto: Reprodução

Um assassino cruel de gatos teve seu maxilar quebrado em uma mobilização de populares indignados com seus atos de tortura e maus-tratos na última sexta-feira (25). Anthony Docherty, de 24 anos, foi atacado por dois desconhecidos até ser ajudado por um motorista que passava no local.

O assassino ficou preso durante oito meses no ano passado após ter mutilado vários gatos em sua casa em Clarkston, Glasgow. No tribunal, ele contou como decapitou e escalpelou os bichanos. Três crânios de gatos também foram encontrados em seu jardim.

Ele foi atacado em Barrhead, Renfrewshire – onde foi realojado após a sua libertação por ameaças feitas contra ele. Um tutor de gato local, que não quis ser identificado, disse: “Eu não diria que a violência é a melhor maneira de lidar com ele. Mas nunca soubemos realmente tudo o que ele fez aos pobres gatos.”

Outro vizinho, acrescentou que o “homem nunca deveria ter recebido uma casa em Barrhead”.

Docherty foi empurrado e vaiado quando ele deixava o tribunal após se declarar culpado da crueldade em maio do ano passado.

Com informações de O Dia OnLine

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. O que eu retiro daqui, é que na Escócia há leis e morais que protegem efectivamente os animais. Se isto acontecesse (acontece!) em Portugal, ele não iria preso nem causaria tamanha indignação por parte de vizinhos e outros. Em Portugal esconde-se, ignora-se… Faz-se de conta que não aconteceu e diz-se que “são apenas animais, ainda se fossem pessoas”. Mudemos valore, mudemos comportamentos, mudemos leis. Até aí, lutemos com as armas que possuirmos!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>