• Home
  • Aves apreendidas em Maringá (PR) serão devolvidas à natureza

Aves apreendidas em Maringá (PR) serão devolvidas à natureza

0 comments

Um homem foi preso na manhã de ontem (23), em Maringá (PR), por criação de pássaros silvestres. O flagrante foi realizado pela Polícia Ambiental de Maringá em parceria como Instituto Ambiental do Paraná (IAP) autuando em flagrante o aposentado Orlando Herreira, de 73 anos, em sua residência, onde foram encontrados, ao todo, 183 aves de 12 espécies diferentes, nativas do interior do Paraná.

Foto: Erick Gimenes

Em casa, o aposentado mantinha cerca de 70 gaiolas, algumas delas abarrotadas de pássaros. A que continha o maior número de aves chegava a ter ao todo 70 espécimes de pintalsilgos. Dentre os mais raros foi encontrado um único exemplar de pássaro preto. Foram encontrados também exemplares de trinca-ferro, bico de pimenta, azulão e curió.

A multa por pássaro apreendido varia de R$ 500 a R$ 5 mil. Devido ao grande número de aves, Orlando Herreira pode ter de arcar com uma multa de até R$ 915 mil, além de pegar de seis meses a um ano de prisão.

Segundo Oswaldo Steigenberg, sargento da Polícia Ambiental de Maringá, a suspeita é de que o aposentado estava criando as aves para fins comerciais. “Na região de Maringá é comum realizarmos apreensões e recolhermos animais silvestres que não sejam criados com a licença do IBAMA. O que difere nessa situação é a quantidade de animais encontrados no local. Devido ao número de pássaros acreditamos que a criação tinha como objetivo o comércio, porém como ele não foi flagrado vendendo as aves não pudemos indiciá-lo por tráfico”, afirma.

“O próximo passo é autuar o responsável, administrativa e criminalmente e em seguida o IAP irá soltar os animais em reservas legais do estado. É importante que a população tenha conhecimento de que não é só quem vende, mas quem compra, também está cometendo um crime, e pode ser indiciado da mesma forma, por isso alertamos aos cidadãos para que denunciem essas práticas”, declara Steigenberg.

A Polícia Ambiental enfatiza a importância de denunciar esses abusos e irregularidades. Em caso de denúncias a população pode entrar em contato através do telefone 0800-643-0304.

Fonte: HNews

Nota da Redação: Lugar de animal é na natureza. Não deveria sequer ser concebida criação dita “legal” de aves, pois a liberdade é um direito de todos os animais.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>