• Home
  • Jornal considera cão acorrentado como feliz e bem tratado

Jornal considera cão acorrentado como feliz e bem tratado

16 comments

Marianna Nogueira
nogueira.marianna@gmail.com

É com grande indignação que eu venho pedir o apoio de vocês. No dia 19/06/2010, foi publicada na Folha de Londrina (jornal de grande circulação) a foto de um cachorro preso em uma corrente curtíssima com uma legenda muito infeliz:

Sabemos que um animal acorrentado desta forma está longe de ser feliz,  fora o fato de que manter um animal preso a uma corrente, privado de movimento e descanso é crime de maus-tratos. Sou presidente da OSCIP SOS Vida Animal e já atendi a várias denúncias de maus-tratos como esta e, por isso, acho que o citado jornal prestou um desserviço ao publicar a foto com a infeliz legenda. Sendo assim,  começamos uma campanha pedindo a todos que enviem um e-mail para a Folha de Londrina (editoria@folhadelondrina.com.br) pedindo uma retratação e uma matéria sobre maus-tratos a animais.

Sobre a campanha, vocês podem saber mais em: Mãe de cachorro também é mãe (http://www.maedecachorro.com.br/2010/06/o-feliz-da-folha-de-londrina-pedido-de.html#more) e Cachorrando (http://cachorrando.wordpress.com/2010/06/20/animal-preso-em-corrente-esta-feliz-comentem/#comment-274).

Vamos lá pessoal, não podemos deixar isso passar em branco!

Marianna Nogueira

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. que absurdo! animais precisam de exercícios, liberdade e convívio social. Será que essa moça gostaria de ficar acorrentada e sozinha, mesmo sendo alimentada? Aiai sempre esse maldito especismo!

  2. Venho através desse email expressar meu descontentamento quanto ao infeliz comentário de Fernanda Borges sobre o cão acorrentado, no espaço Cena e título “Prisioneiro Feliz”.
    Diariamente há registros de acidentes causados em cães acorrentados, como enforcamento (especialmente nas épocas em que há comemorações com fogos) e mutilações. Além disso, ongs e associações protetoras de animais, bem como todos os documentos relacionados a bem-estar animal e as políticas relativas à posse responsável chamam a atenção à necessidade que estes seres tem de liberdade, cuidado e dignidade.
    Corrente é sinônimo de animal infeliz, angustiado, ansioso. Os únicos momentos em que a corrente é aceitável são na hora de retirar um carro da garagem ou abrir a porta para uma visita. Fora disso, qualquer pessoa que mantenha o animal em correntes está impondo a ele uma vida de privações e angústias, sem exceções!
    Há diversas campanhas realizadas por entidades protetoras de animais visando abolir as correntes e conscientizar a população acerca desse hábito medieval, e o comentário infeliz de Fernanda Borges corrobora para manter uma visão baseada na ignorância e nos maus-tratos.
    Aliás, diga-se de passagem, não sei aonde se consegue vislumbrar felicidade na expressão do cão da foto! Só uma pessoa que não sabe fazer uma leitura empática de comportamentos basais de um outro ser vivo poderia realizar uma análise tão soberba da condição em que vive outro ser vivo.
    Jornal deveria ser um meio para propagar a cultura e não para endossar comportamentos cruéis como se fossem naturais e aceitáveis, pois é justamente isso que a Cena “Prisioneiro Feliz” faz. Ela diz ao público que os cães podem ser felizes presos, quando na verdade, para animais tão vivazes, essa é uma tortura em todos os casos.
    Principalmente nas pesquisas que envolvem o comportamento animal, há concordância equânime com relação ao sofrimento, estresse e angústia vivenciados por animais presos. Há dados que revelam que mordeduras de cães aos próprios donos são causadas justamente por animais que tem hábito de ficarem acorrentados. Há tantos outros dados apontando que praticamente todos os animais acorrentados apresentam desvios negativos de comportamento e sofrimento.
    Não há nada feliz nesse contexto, e especialmente infeliz foi a abordagem realizada pelo jornal quanto a essa foto. Lamentável!

  3. Nossa, Mariana, muito obrigada pela força. Quanto mais pessoas escrevendo, esperamos que mais atenção o jornal dispense ao tema.
    Escrevi a eles de manhã e até agora nada, nem um “Seu e-mail foi recebido e será processado”.
    Novamente, muito obrigada a ajudar a Bianca nesta campanha! Forte abraço.

  4. Essa Fernanda Borges escreve muito bem… para uma fascista!!

    QUE COMENTÁRIO MAIS INFELIZ!!

    Sinto-me atingida na minha sensibilidade por uma pessoa que não tem a mínima. Feliz?? Como ela sentiu isso? Porque, com certeza, o cão não falou isso para ela.

    Lamentável!

    Um abraço,

    Claudia Pinelli.

  5. Inacreditável esse artigo! Já vi absurdos sendo publicados em jornais, falta de etica, falta de discernimentos, falta de verdade, falta de valores…ou profissionalismo. MAS ISSOOOO? É como se fosse uma piada de muito mau gosto! Uma foto HORRENDA, de um visível e incontestável maltrato a um animal com uma legenda abaixo que contradiz até mesmo o olhar dos mesmos desatentos leitores! O QUÊ ENSINARAM nessas faculdades de jornalismo!? O QUÊ ensinaram como sendo moral e correto a essa pessoa que se diz reporter?!

  6. Enquanto insistirmos só em retóricas e filosofias na questão de maus tratos, estaremos obscurescendo a caracterização de maus-tratos e abusos. As perícias servem para tornar alguns indícios em provas incontestáveis de fatos e atos criminosos. Se todos acharem mais importante reconhecer as crueldades, perderemos os detalhes dos pequenos ilícitos, preditivos das conexões de violência ou da desestruturação da sociedade.

  7. Essa mensagem infeliz, vinda de alguém que desconhece absolutamente qualquer necessidade de um animal,e, mais que isso, incentiva(mesmo que não propositalmente,e sim por ignorância)a prática de maus tratos, necessita de retratação,por parte da autora e do jornal que a publicou.Educar é muito difícil; deseducar,da forma como aqui aconteceu,parece de uma simplicidade,não?? Que se publique,agora,algo com a merecida dignidade,em prol do respeito à vida de nossos animais.

  8. Penso que além de contestar o jornal deve-se proceder o resgate deste animal, pois é considerado maus-tratos. Ele só está “posando” deste jeito porque a corrente é muito curta, coitado ! Infeliz desta ignorante de reporter !

  9. Obrigada a todos pelo apoio. Fiquei sabendo que o jornal está recebendo os emails enviandos, sendo assim, continuem mandando emails q uma hora o jornal vai ter q se pronunciar. Qto a pessoa que escreveu a legenda, tentamos q ela se retratasse ou enviasse uma nota para o jornal para corrigir o erro, porém, ela continua achando q o cachorro estava feliz e bem tratado. E eu q tinha esperança de q ela estivesse sendo irônica qdo escreveu aquela legenda!

  10. É nessas horas que paro pra pensar o que é um bom dono? quais são as reais necessidades do nosso melhor amigo? Quais nossas responsabilidades? até que pondo eu cidadã e dona de cahorro tenho espaço para dizer a outros donos o que é errado e o que é certo em relação a criação de outro animal?
    Precisamos ganhar espaço para isso. Falo de espaços legais para então não só nos indgnarmos, mas tormarmos as iniciativas corretas em relação a descasos como este.
    http://www.donododono.com.br

  11. Olá, boa tarde! vou colar aqui a mesma materia enviada a editora da Folha de Londrina…
    Meus descontentamento com essa matéria é imenso!

    BOA TARDE VOSSA SENHORIA!

    VENHO ATRAVES DESTE EMAIL COM MUITA INDIGNAÇÃO PEDIR A RETRATAÇÃO DA MATÉRIA
    COM O TEMA QUE NA MINHA OPNIÃO É DE MUITO MAL GOSTO E UMA OFENSA AOS DIREITOS
    DOS ANIMAIS “PRISIONEIRO FELIZ”.
    ESTA MATERIA NÃO MENCIONOU ABSOLUTAMENTE NADA DE VERDADEIRO SOBRE OS
    DIREITOS DE UM ANIMAL DOMESTICO.
    SÓ PARA COMEÇAR…..
    …OS CÃES Á MUITAS DECADAS ATRAS ERAM SELVAGENS, CAÇAVAM A SUA PROPRIA COMIDA,
    VIVIAM EM FLORESTAS, SENTIAM O CHEIRO DA TERRA FRESCA, CORRIAM, BRINCAVAM, ALMEJAVAN
    UM DIREITO DE LIBERDADE E DE ESPAÇO DADO POR DEUS A QUALQUER SER VIVO DESTE PLANETA.
    O ANIMAL COM O TEMPO FOI SOFRENDO MUDANÇAS, SEUS DENTES CANINOS DIMINUIRAM, VIERAM
    AS VARIADAS RAÇAS QUE HOJE SE PERDE EM NOMES E TIPOS DE CACHORROS. MAS É PRECISO
    LEMBRAR QUE ELES NÃO PEDIRAM POR ISSO O SER HUMANO FEZ COM QUE ESSE ANIMAIS PASSASSEM
    POR ESSAS FASES DOLOROSAS.
    OS CÃES NÃO FORAM FEITOS PRA VIVER NESSA “SELVA DE PEDRA” QUE SE TORNOU O HABITAT DELES
    NEM MUITO MENOS PRA VIVER DO COMEÇO DE SUA VIDA ATÉ A MORTE PRESO, CONFINADO Á UMA
    CORRENTE QUE NA MAIORIA DAS VEZES NEM 1 METRO DE DISTÂNCIA POSSUI.
    DESCULPA SER TÃO CLARA NESSE MOMENTO MAS PEÇO A QUEM ESCREVEU ESSA MATÉRIA QUE
    AMARRE EM SEU PESCOÇO UMA COLEIRA E VAMOS VER ATÉ QUE PONTO VOCÊ SERÁ FELIZ.
    (IMAGINO QUE ALGUEM VÁ TE LEVAR AGUA E COMIDA ENTÃO NÃO HAVERA MOTIVOS PRA VOCE SOFRER)
    EU SOU A MÃE DOS MEUS ANIMAIS E A SUA MATÉRIA ME OFENDE IMENSAMENTE.
    VOU REPASSAR A SUA MATÉRIA PARA TODAS AS PESSOAS QUE CONHEÇO E AS QUE NÃO CONHEÇO TAMBEM
    ATÉ HAVER A RETRATAÇÃO DA MESMA.

    TODO SER VIVO TEM DIREITO A VIDA!

    Chegará o dia em que o Homem conhecerá o íntimo dos animais. Neste dia, um crime cometido contra um animal será considerado um crime contra a Humanidade. ( Leonardo Da Vinci )

  12. Essa senhora (se assim podemos chamar)devia de ser acorrentada para saber se realmente o cão é feliz como ela diz ser… enfim… há pessoas que ganhavam mais se estivessem caladas!!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>