• Home
  • Cavalo vítima de maus-tratos por indústria das corridas é levado a santuário, nos EUA

Cavalo vítima de maus-tratos por indústria das corridas é levado a santuário, nos EUA

0 comments

Por Giovanna Chinellato (da Redação)

Ultimate Journey, na época do leilão em Camelot (Foto: Examiner)

Quando Bruce Lunsford batizou seu cavalo de “Ultimate Journey” (Jornada Final), ele nunca imaginou que o animal acabaria golpeado e ferido num curral da morte em New Jersey, EUA, onde apenas a gentileza de um bom samaritano poderia impedi-lo de ser morto.

O filho de Broadway Express, égua campeã, chegou em último dos últimos na corrida de Fair Grounds em 24 de novembro de 2007, segundo a tabela da corrida. E como nessa indústria cruel quem não dá lucro é abandonado à sorte, em março de 2008 Utimate Journey havia sido devolvido ao estábulo.

O cavalo trocou de mãos várias vezes e venceu algumas sofridas corridas de segunda categoria, dando um lucro aos exploradores de mais de 69 mil dólares. Em 30 de dezembro de 2009, foi banido das pistas de corrida. Mas seu pesadelo não havia acabado aí. Após anos de exploração, seus ligamentos e tendões estavam desgastados, e ninguém estava disposto a investir em um “azarão”.

Os acontecimentos em  sua vida nos quatro meses seguintes não são claros, mas o corte em sua cara, larvas crescendo em sua pele, suas marcas de podridão e fungo causadas pela chuva e seus tornozelos inchados deixam claro que ele não recebia os devidos cuidados nem tratamento veterinário. Ele era um cavalo em apuros, e com dor, quando foi apresentado no leilão de Camelot em meados de maio desse ano, mas sua sorte mudou quando foi comprado por Sharon Catalano-Crumb, do New Jersey Horse Angels Rescue, ao reconhecer que Ultimate Journey merecia mais do que aquele descaso. Com lágrimas nos olhos, ela pagou 300 dólares pelo cavalo e ajudou-o a dar os primeiros passos para a liberdade.

Quando Ultimate chegou ao rancho de resgate Healthy Horses em Howell, New Jersey, foi diagnosticado não apenas com ferimentos de pele, mas também com garrotilho, uma infecção bacteriana que afeta o trato respiratório, causando ferimentos com pus nos glânglios do pescoço. Embora a condição não seja fatal, é extremamente dolorosa e cruel para o animal. Os problemas de Ultimate Journey não estavam ainda resolvidos, mas ao menos ele estava a salvo.

E salvo ele sempre estará. Assim que ele se recuperar, será aceito no programa de aposentadoria da Thoroughbred Retirement Foundation, em que terá a garantia de uma vida em paz nos gramado de Kentucky, com o suficiente para comer, espaço para brincar e pessoas que o amam pela primeira vez. O cavalo nascido na grandeza, que quase partiu na jornada final que não tem volta, está finalmente indo para casa.

Fonte: Examiner

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>