• Home
  • Pastor preso dentro de casa em Ribeirão Preto (SP) passa fome e sede sob sol escaldante

Pastor preso dentro de casa em Ribeirão Preto (SP) passa fome e sede sob sol escaldante

13 comments

Yolanda Heller
yoheller@yahoo.com.br

Repassem, por favor. Temo que este cão não vá resistir. Não tive nenhum retorno até agora.

Foto: s/c

Por favor, alguém conhece protetores em Ribeirão Preto? Um amigo viajou para essa cidade e, hospedado em um apartamento, pode ver os fundos de um quintal com um pastor alemão esquelético. O cachorro chorava a noite toda, provavelmente de fome, e, ao que parece, de sede, pois meu amigo não conseguiu ver nem água. Meu amigo jogou comida e ele comeu totalmente faminto.

Esclareço que este amigo não é protetor e se essa situação chegou a mobilizá-lo é porque deve ser realmente séria. A situação precisa ser averiguada urgentemente, antes que seja tarde.

Por favor, vamos repassar até encontrar alguém de Ribeirão Preto que possa ajudar esse peludo.

Foto: s/c

Segundo o protetor Artur:  “o cachorro está bem magro – chegamos a ver as costelas e os ossos dos quadris. Sempre que aparece alguém no prédio vizinho, o cachorro late para quem ele vê, como se estive tentando chamar atenção pela situação, como se estivesse pedindo ajuda.”

Foto: s/c

Conforme se vê nas fotos, o único abrigo do cachorro são aquelas telhas de amianto apoiadas no alpendre do terraço. Só que, como em Ribeirão faz muito calor, o cachorro não consegue ficar embaixo das telhas que ficam um verdadeiro forno! Se sai debaixo delas, o sol é escaldante, não há outra sombra. A laje fica quente e o cachorro não tem onde se refrescar.

As fotos foram tiradas no dia 05/06/2010. Nas 24 horas em que o protetor Artur esteve em Ribeirão, observando o cachorro, ninguém apareceu por lá para cuidar do pobre animal. Precisamos acionar os protetores de animais em Ribeirão Preto.

Contato: Mara, no celular (11) 9107-2041.

Nota da Redação: A internauta Mara informou à ANDA, que após o caso ter sido divulgado no nosso site, o problema foi rapidamente resolvido.  Ficamos felizes pelo destino do cachorro e por contar com a colaboração de todos que se mobilizaram para ajudar o pobre pastor alemão. A imprensa é um importante instrumento para a defesa dos direitos animais.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta para Nellie Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Esse não seria o caso de chamar a polícia? Ou mesmo entrar em contato com o síndico do prédio onde está o pastor para alguém resgatá-lo?

  2. passei o link para uma amiga q mora em Ribeirão
    e é adepta da proteção animal. tomara que ela leia logo, pois tenho certeza q alguma atitude
    tomará!

  3. Não sou de Ribeirão Preto mas achei esse endereço no Google: ADARF (Associação dos Defensores de Animais de Ribeirão Preto) Fones: (16)636-6280 e (16) 625-8092. Espero que ajude…

  4. Pelo amor de Deus! Isso é caso de chamar realmente a polícia…é verdadeiro caso de maus-tratos, Lei 9.605/98, por favor!!!!É urgente! não precisa esperar a ação dos protetores…é caso de imediato atendimento

  5. Pessoal, a polícia civil esteve no local e um membro do Conselho Municipal de Direito Animal também. O cão realmente está bem magro, é velhinho, mais ou menos 10 anos. Há água e comida no local, mas realmente percebe-se que é um cão que foi a vida toda negligênciado, uma judiação. Antes de aparecer aí morava em um estabelecimento comercial, é muito bravo e tem muita força, apesar de não parecer. Uma equipe do Centro de Controle de Zoonoses de Ribeirão Preto comparecerá amanhã no local com médico veterinário para efetuar o laudo, passar as recomendações e fazer os proprietários assinarem um Termo de Ajustamento de Conduta. Passará a ser regularmente monitorado e, se preciso, tirado de la. Talvez, com todas as denúncias, e não foram poucas, pois até o Ministério Público ficou sabendo, o casal proprietário mude sua conduta. Senão será retirado do local.

  6. Isolam um ser como se fosse um objeto. O tutor do cão, se colocado nessa situação, entraria em desespero e ficaria louco. No entanto, em relação ao cão o tutor não apresenta qualquer comoção ou preocupação. Isso para mim é egoísto e maldade, falta de caráter mesmo.

  7. nem tudo que reluz é ouro, nem tudo que que é feio esta maltratado, o animal tem 14 anos quase um centenario se fosse humano, tem agua e comida e de boa qualidade e em abundancia, policia civil esta investigando possivel trote de visinho do condominio Gisele e Cristina Rua D luiz do Amaral MOusinho 1455 , cuidado ao publicar sem checar fonte duvidosa que não se apresenta.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>