• Home
  • Governador do Paraná assina decreto para conservação de espécies ameaçadas da fauna

Governador do Paraná assina decreto para conservação de espécies ameaçadas da fauna

0 comments

Foto: Agência de Notícias

O governador Orlando Pessuti e o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Jorge Augusto Callado Afonso, abriram nesta terça-feira (1) a Semana do Meio Ambiente no Paraná – durante a Escola de Governo – com a assinatura de dois decretos para a conservação da diversidade biológica no Paraná. Um dos decretos prevê a atualização da Lista de Mamíferos Ameaçados de Extinção no Paraná e o outro é um termo de cessão de uso do Parque Iguaçu para o município de São José dos Pinhais.

“Para proteger a sua biodiversidade, o Paraná vem implementando uma política avançada. Temos diversas ações importantes e queremos reiterar a importância de ações de educação ambiental”, disse Pessuti.

Com o decreto, o Estado passa a ter 182 espécies de mamíferos que deverão ser protegidas. O Paraná foi o primeiro Estado brasileiro a aprovar uma Lei de Proteção da Fauna Ameaçada de Extinção. A Lei 11.067, de 17 de fevereiro de 1995, de autoria do então deputado estadual Orlando Pessuti, proíbe a utilização, perseguição, destruição, caça, coleta ou captura de exemplares da fauna ameaçada de extinção, bem como a remoção, comércio de espécies, produtos e objetos que impliquem as atividades proibidas.

O secretário do Meio Ambiente, Jorge Augusto Callado Afonso, lembra que em 2004 foi feita a primeira revisão da Lista Vermelha, que resultou na criação do Sistema Estadual de Proteção à Fauna no Paraná. A atual lista de mamíferos foi revisada em 2009, quando passou a ter 182 espécies. “Com a divulgação desta lista, o Governo do Paraná quer mostrar que, além de projetos para manter o equilíbrio dos ecossistemas, o Estado precisa do conhecimento e do envolvimento da sociedade paranaense. Esse esforço é vital para o bem-estar da humanidade no presente e no futuro”, declarou Callado.

Classificação

A lista classifica as espécies ameaçadas de extinção nas seguintes categorias: regionalmente extinta, criticamente em perigo, em perigo, vulnerável, quase ameaçada, de risco menor, não avaliada e insuficientemente conhecida.

Para garantir a proteção destas espécies, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) desenvolve uma série de ações no âmbito do Sistema Estadual de Proteção à Fauna no Paraná. Entre elas, reuniões do Conselho Estadual de Proteção à Fauna, que prevê plano de ações regionais para proteção das espécies; a Rede Pró-Fauna e o Selo Amigo da Fauna, que surgiu para reconhecer com o Selo instituições que desenvolvem projetos para proteger a fauna. Com isso, o Instituto quer somar esforços com as empresas e organizações que desenvolvem atividades voltadas à conservação da fauna silvestre.

“Todos estes projetos estão sendo desenvolvidos para conter a perda da biodiversidade e precisamos da participação da sociedade civil neste sentido. É necessário agregar atores interessados que auxiliem na busca de resultados positivos”, comenta o presidente do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), José Volnei Bisognin.

Outro importante decreto foi assinado durante a Escola de Governo pelo governador Orlando Pessuti e pelo prefeito do município de São José dos Pinhais, Ivan Rodrigues, que prevê a sessão de uso do Parque Iguaçu para o município. O prefeito explica que a área é muito importante para manter a preservação e também oferece um espaço de lazer aos moradores. “Estamos cientes das responsabilidades ambientais que deverão ser mantidas e ao mesmo tempo vamos oferecer um espaço para que a população tenha um contato maior com a natureza”, disse.

Fonte: Agência de Notícias



About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>