• Home
  • Ministério Público analisa agressões na puxada de cavalos em Pomerode

Ministério Público analisa agressões na puxada de cavalos em Pomerode

1 comments

Foi encaminhado hoje ao Ministério Público Estadual o inquérito que apurou as agressões a ambientalistas que protestavam contra a puxada de cavalos em Pomerode, no Clube Germano Tiedt, dia 18 de abril.

O inquérito foi finalizado pelo delegado Luiz Carlos Gross e protocolado no Fórum de Pomerode no último dia 19. Agora, a promotora de Justiça de Pomerode, Patrícia Dagostin Tramontin, analisará o documento para decidir se formaliza a denúncia à Justiça.

Durante a puxada, associações de defesa dos animais organizaram um protesto. Manifestantes e jornalistas foram agredidos e pelo menos duas pessoas tiveram ferimentos graves.

Fonte: Jornal de Santa Catarina


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. O que houve em Pomerode não pode ser esquecido, abonado ou acabar apenas em cestas básicas.
    Que sirva de exemplo, e bom exemplo, ao resto do País.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>