• Home
  • ONG Naturae Vitae protocola ação contra mortes de animais no CCZ de Bauru (SP)

ONG Naturae Vitae protocola ação contra mortes de animais no CCZ de Bauru (SP)

2 comments

A ONG Naturae Vitae entrou na Justiça contra o  CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Bauru (SP). Na tarde desta quarta-feira, 14, ingressou com uma ação civil pública com  pedido liminar de antecipação de tutela. Nesta ação, estão nove pedidos para que a Justiça intervenha no CCZ.

“Já existem as provas contra o CCZ, temos várias pessoas que foram lesadas pelas práticas abomináveis do centro.  Pensamos que é o momento da Justiça fazer algo”, diz o advogado da ONG, José Hermann Schroeder.

“Exigimos que a matança de animais cesse imediatamente, além do afastamento imediato e da abertura de sindicância administrativa e a posterior exoneração do diretor do CCZ [José Rodrigues Neto]”. Além disso, há um pedido da apresentação dos laudos de eutanásia de todos os animais sacrificados desde a vigência da lei estadual 12.916, do dia 16 de abril de 2008.

“A lei determina que toda eutanásia deva ser justificada por um laudo que comprove a condição do animal. Queremos que o CCZ mostre os laudos de todos os animais mortos nesses dois anos para que se prove que as normas estavam sendo cumpridas”, diz.

Três advogados  assinam a ação: José Hermann, Carlos Augusto de Carvalho e Jacqueline Angele Didier. Carlos inclusive lembra o papel do prefeito Rodrigo Agostinho no caso. “Como  ambientalista e formado em direito, ele  deveria saber.”

Da esq. para dir., Fernanda Fernandes com José José Hermann e Fátima Schroeder após protocolo de ação no Fórum (Foto: Rede Bom Dia)

O CCZ vem sendo alvo de denúncias de morte de animais saudáveis. Sobre a ação, a prefeitura  informa, por nota, que ainda não foi notificada. Tão logo seja conhecido o teor da ação serão adotadas “medidas cabíveis”.

“Existe muita gente de várias partes nos mandando mensagens de solidariedade. Tem até gente da Alemanha”, conta Fátima Schroeder, presidente da ONG Naturae Vitae. Ela ainda diz que será organizado um blog para angariar  assinaturas de apoio.

O advogado Carlos Augusto de Carvalho também falou sobre o apoio. “Muita gente está habituada a não respeitar as leis, e é dever da Justiça relembrar o que deve ser respeitado. O apoio nos ajuda muito.”

Cachorra Xuxa

Sobre denúncia publicada na ANDA no dia 13, de que o CCZ quase sacrificou a cachorra poodle Xuxa – que a tutora, Marilu Gomes, garante ser saudável – a Secretaria Municipal de Saúde informa que o animal apontou leishmaniose após testes em 2009.

“A tutora se prontificou a apresentar um novo exame,  o que não aconteceu e deixa  este caso  em aberto”, afirma em nota. “O fato do animal não apresentar sintomas clínicos da doença não significa que o mesmo esteja sadio”, diz o secretário Fernando Monti.

Fonte: Rede Bom Dia

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>