• Home
  • ONG recebe relatos de zoofilia, no litoral do ES

ONG recebe relatos de zoofilia, no litoral do ES

6 comments

A zoofilia é mais uma das aberrações cometidas pelo homem contra os indefesos animais. O que dizer de um homem que toda noite “estupra” sua cachorra, que se manifesta com rosnados de dor, trazendo desconforto e preocupação aos vizinhos? Ou de um pedreiro que, ao ser pego pelo primo fazendo sexo com a cachorra, tentou matá-la? O mais mórbido de todos os relatos de pessoas feitas aos membros da APAMAR (Associação de Proteção aos Animais de Marataízes) aconteceu no município de Presidente Kennedy. Uma esposa pediu para que um menino matasse uma cachorra e ofereceu R$ 5,00 para “fazer o serviço”. Ao ter o motivo indagado, ela alegou que a cachorra mantinha relações sexuais com seu esposo e, enciumada, queria eliminar a rival.


Foto: José Rubens Brumana
Foto: José Rubens Brumana


A entidade argumenta que, além dos sofrimentos pelos quais passam os animais que durante toda sua vida conviveram com uma família e por qualquer motivo são descartados, passando a conviver com a dificuldade das ruas, existem outros tipos de maldade cujo protagonista é o ser humano. Mutilações, água fervendo, chutes e pontapés já se tornaram comuns. A diretoria da APAMAR e seus simpatizantes pedem que a população denuncie à polícia este e outros tipos de violência contra os animais, pois é crime sujeito a detenção e condenação.


Os defensoras de animais esperam que o projeto do deputado Hércules da Silveira, que pretende criar uma delegacia em Vitória (ES) para investigar crimes contra os animais, se concretize e seja efetivado. Mas a maior arma contra esses abusos é a indignação da sociedade contra esses covardes atos contra os animais.


Com informações do Maratimba


About the Author

Follow me


Deixe uma resposta para Ana Paula Hoffmann Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. SOMENTE ACABAR EM UM PRESIDIO PODE SER O FIM ADEQUADO PRA ESSES MONSTROS. HOMENS ASSIM SÃO UM PERIGO PARA TODOS NA SOCIEDADE.

  2. Que absurdo, meu Deus, que absurdo…
    Não consigo imaginar como alguém pode ter prazer com isso… Só completos DOENTES MENTAIS mesmo! Isso tinha que ter grandes penalidades, enquanto não tiver esse completos idiotas vão continuar torturando animais.

  3. ZOOFILIA é um item que me deixa indignado!!!!
    É coisa de psicopata, doente mental e monstros.
    Existem prostitutas, consolos e bonecas infláveis nas sex-Shop, além da própria mão, não me venham com desculpas!!!!
    Também sou a favor da PROIBIÇÃO de filmes de zoofilia produzidos no Brasil.
    Nos EUA isso dá uma cana violenta, o que eles intiulam como “Bestiality”.
    Acho que a Infeliz que pagou para dar um fim na cadela deveria MATAR o prorpio safado do marido.

  4. Agradeço a ONG ANDA pela divulgação e todos aqueles que postaram seus comentários.”Chegará o dia em que os homem conhecerão a alma dos animais, e nesse dia o crime contra um animal será considerado um crime contra a humanidade” Leonardo da Vinci

  5. O problema brasileiro é a manutenção intencional do caos,pois é nele que essas aberrações sobrevivem. Atacam tanto os humanos como os não-humanos.É no caos da impunidade, do silêncio pelo medo de denunciar e ser a próxima vítima, da insegurança, da fragilidade por sermos indefesos perante os fascínoras,que esses medonhos proliferam.Os que galgam o poder,o querem em benefício próprio e não para a melhoria da comunidade,tanto regional quanto nacional,exemplo recente o veto do prefeito de Araraquara ao projeto de proibição aos rodeios naquela região,apesar dos votos majoritários ao término de tais eventos criminosos e violentos.Leis existem,e muitas,mas ficam inúteis por sempre aparecer um manipulador que as distorcem a favor do mal.É a seriedade com elas, o respeito a elas, a coragem de exercê-las eticamente que está raro de acontecer.

  6. É realmente de causar repulsa e lamentar por tantos animais que sofrem todos os dias em silêncio. Até quando?
    Também queria dizer à Falvio Renato que não ofereça prostitutas como alternativa à homens mentalmente problemáticos. O machismo – e a protituição é uma profissão que existe para subjulgar mulheres (principalmente) – é algo que deve ser combatido por abolicionistas: pessoas, que não escolhem espécies ou condições dentro de uma espécie (cor, sexo, etc) para defender a liberdade.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>