• Home
  • Filhote de cão é sufocado até a morte pelo tutor por causa de latido e mordida

Filhote de cão é sufocado até a morte pelo tutor por causa de latido e mordida

0 comments

Por Marcela Couto (da Redação)

Um homem de San Diego foi indiciado por sufocar um filhote de labrador como “punição” por uma mordida, na semana passada.

Foto: Fox 5 San Diego

O cãozinho de 10 semanas, chamado Coco, morreu algumas horas depois que David Hale Warner, 50, se apresentou à corte.

O acusado foi liberado sob fiança de U$35,000.

De acordo com Dan DeDousa do Departamento de Serviço Animal, o filhote sofreu uma parada cardíaca na sexta-feira e não pôde ser salvo.

Quando Warner chegou com Coco no hospital veterinário, na madrugada de quarta-feira, o animal não conseguia andar, respirava com dificuldade, tinha a saliva avermelhada e a gengiva azulada.

Os oficiais do Controle de Animais interrogaram Warner e sua namorada. Foi quando ele admitiu ter sufocado o cãozinho e recebeu voz de prisão.

De acordo com DeSousa, o casal estava na cama com o cãozinho quando ele mordiscado o nariz da namorada de Warner. Logo depois, quando a moça foi atender o telefone, o filhote começou a latir. Nesse momento Warner segurou seu focinho e o sufocou por cerca de 20 segundos.

DeSousa disse que os ferimentos do filhote eram graves.

“Esse senhor…não consigo nem chamá-lo de senhor…essa pessoa matou um filhote indefeso de 10 semanas,” declarou.

Warner poderá enfrentar até três anos de prisão e mais uma multa de U$20,000 se for condenado. Assim esperamos, pois tamanha brutalidade não pode ficar impune.

Com informações de FOX5 San Diego

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>