• Home
  • Governo americano proíbe comércio de nove espécies de cobras

Governo americano proíbe comércio de nove espécies de cobras

0 comments

Por Marcela Couto (da Redação)

Oficiais federais querem manter nove espécies de cobrar constritoras longe dos EUA, alegando que elas são invasoras e apresentam uma ameaça ao equilíbrio do ecossistema.

cobra

Ao contrário das cobras venenosas, as do tipo constritor matam suas vítimas esmagando seus corpos.

Nova York é a cidade que mais recebe vida selvagem importada, de acordo com o secretário Ken Salazar. O veto decretado pelo governo determina que nenhuma espécie de serpente considerada invasora poderá entrar no país.

Dentre as espécies banidas estão pythons da Birmânia, África do Norte e África do Sul, a constritora “boa” e a anaconda.

Cerca de 1 milhão de cobras dessas espécies foram importadas nos últimos 30 anos e a maioria acabou em criação doméstica.

As cobras são populares como pets nos EUA mas tornam-se destrutivas quando soltas no meio-ambiente, especialmente em ecossistemas sensíveis como o parque nacional Everglades na Flórida. Sem predadores naturais, essas cobras se adaptam muito facilmente e devoram as populações nativas de animais, como os jacarés cujos restos foram encontrados em seus estômagos.

“Este é um dia importante para a conservação de espécies nos EUA,” disse o diretor do Serviço de Vida Selvagem Sam Hamilton.

Hamilton espera que as nove serpentes estejam em breve na lista negra do tráfico de animais, assim como as cobras venenosas.

O ideal seria que todos os animais estivessem livres das caixas de madeira dos carregamentos áereos, vivendo em seus habitats e a salvo dos verdadeiros invasores que se julgam racionais.

Com informações de Los Angeles Times

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>