• Home
  • Lobos continuam a ser exterminados nos EUA

Lobos continuam a ser exterminados nos EUA

4 comments

Por Rachel Siqueira  (da Redação – EUA)

Agentes federais estão investigando uma onda de assassinatos de lobos nos Estados de Minnesota, Wisconsin e Michigan, onde pelo menos 16 lobos foram ilegalmente exterminados, nos últimos meses.

O U.S. Fish & Wildlife Service pediu, na terça-feira, a ajuda da população na busca pelos prováveis múltiplos suspeitos do assassinato de 16 lobos nos três Estados, em novembro e dezembro.

Dois lobos foram mortos em Minnesota, oito em Wisconsin e seis em Michigan.

Não é incomum notar-se um aumento na matança de lobos durante a temporada de caça, mas  o número de lobos encontrados mortos nos últimos meses é incomum. A maioria dos lobos carregava transmissores de rádio em sua coleira, mas oficiais relatam que somente uma pequena porcentagem dos lobos usa destas coleiras.

“Nós sabemos quando um lobo portador de coleiras de transmissores de rádio morre”, disse Tom Tidwell, agente federal da vida selvagem. “E não temos dúvida de que os lobos sem coleiras estão, também, sendo mortos.”

Embora o número de lobos tenha aumentado além das expectativas da maioria das pessoas, ao longo dos últimos 30 anos, os animais permanecem sob proteção do Federal Endangered Species Act. Matar estes animais sem que eles estejam ameaçando prejudicar uma pessoa é uma violação da lei federal.

“Encontros de lobos com humanos têm aumentado a cada ano, e é preciso que apreciadores das atividades ao ar livre abordem estes encontros com responsabilidade”, disse Greg Jackson, agente encarregado pela Região Centro-Oeste. “A lei se aplica a todos, independentemente de concordarem ou não com o nível de proteção atualmente conferido aos lobos”.

Em Wisconsin, oito lobos foram mortos no final do outono em duas reservas indígenas e nos Condados de Burnett, Douglas, Bayfield, Ashland, Adams, Monroe e Jackson. Quatro dos lobos usavam coleiras-rádio do Departamento de Recursos Naturais.

Dois lobos foram mortos no norte de Minnesota no início de novembro. Um lobo foi morto a noroeste de Grand Rapids, na área Ball Club, e o segundo foi morto a noroeste de Two Harbors. O lobo morto perto de Two Harbors tinha sido equipado com uma coleira de monitoramento por rádio.

Seis incidentes de abate de lobos foram relatados na Upper Peninsula de Michigan, em dezembro. Todos os lobos foram descobertos após suas coleiras começarem a emitir um sinal de mortalidade.

Minnesota possui cerca de 3.200 lobos com 500 cada, em Wisconsin e Michigan Superior, de acordo com as estimativas dos organismos de pesquisa dos animais selvagens do estado.

O U.S. Fish & Wildlife Service está oferecendo uma recompensa de até US $ 1.000 por informações que levem à prisão e condenação de pessoas responsáveis pela morte de lobos, e grupos de defesa de lobos adicionaram dinheiro à recomepensa. A Humane Society dos Estados Unidos está oferecendo até US $ 2.500 por caso e os Defenders of Wildlife também oferecem recompensa.

Com informações de: UP North Live

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. precisa ser muito vil, muito sem escrúpulo, sem alma para tirar vida de um animal, que compartilha a natureza conosco, a troco do nada. Onde a brutalidade impera entende-se muito menos de direitos e deveres.

  2. Caça por esporte deveria ser um crime pesado, e esses americanos de merda adoram caçar!
    PQ esses F**, ja q gostam de matar, não se alistam na droga dos marines deles, e vão matar pessoas, afinal existem mais de 6 bilhoes de pessoas no mundo, 2 bilhoes a menos não fariam falta.
    se eu morasse nos EUA e visse um caçador, eu daria um tiro nele, extrairia a bala e jogaria o corpo para um urso comer, afinal, os ursos matam varias pessoa todos os anos. Porém eu n sou nenhum tipo de lunatico pra fazer esse tipo de coisa. Mas bem q gostaria q tivesse alguem fazendo isso!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>