• Home
  • Quem precisa de cura? Importante é melhorar o churrasco…

Quem precisa de cura? Importante é melhorar o churrasco…

0 comments

Imagino que muita gente deve ter ficado animada com a notícia recém-publicada de que estudos poderão deixar o churrasco mais saboroso. É impressionante os rumos que a ciência pode tomar.

Dois estudos voltados para mapear o genoma do gado entre outras aplicações, chamado “carinhosamente” de ‘mapa do churrasco’ envolveram mais de 300 pesquisadores e dezenas de grupos de pesquisa espalhados por 25 países! É impressionante o poder de mobilização de pesquisadores para deixar o churrasco mais saboroso.

Eu que conheço uma senhora que sofre do mal de Alzheimer, mal participando da vida familiar, fico imaginando o que ela pensaria se soubesse que milhões de dólares e vários cérebros pensantes estão voltados para deixar a carne mais saborosa. E o senhor que passa todo dia pela minha janela com o saco de pão tremendo pelas consequências do mal de Parkinson, será que ele preferia que tivessem investido tempo e dinheiro na cura para sua doença do que no churrasco de domingo?

Isso sem falar nas tantas e tantas pessoas vítimas de síndromes até então sem cura, como a Aids. Não, não precisamos nos preocupar com a cura da Aids – importante é amaciar a carne!

Para dar ar de importância à pesquisa, eles ainda divulgam que com essas descobertas provavelmente vão conseguir produzir boi que emite menos gás metano. Não era mais fácil diminuir o consumo e consequente criação? Não. Vamos estudar para fazer boi que solte menos gases.

E seguem as informações dando conta de melhoramento genético e, em meio a tantos dados, o que mais me chama a atenção é o que comprova que o genoma do gado tem 22 mil genes e 80% deles também estão no homem!! Descobriram que os ruminantes estão mais próximos dos humanos do que dos roedores. Com 80% de genoma em comum somos quase primos!

No próximo churrasco, quando sentir a carne mais macia e mais saborosa, não se esqueça de rezar em memória do priminho sacrificado.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>