• Home
  • Brigitte Bardot clama pelo fim das touradas na Espanha

Brigitte Bardot clama pelo fim das touradas na Espanha

0 comments

Por Marcela Couto (da Redação)

A deusa das telas francesas dos anos 60, Brigitte Bardot, atualmente ativista dos direitos animais, clamou ao governo da Catalunha (região norte da Espanha) que apoie uma campanha pelo fim das touradas no país.

Brigitte Bardot atualmente
Foto: AFP

A Iniciativa Legislativa Popular, que já conseguiu 180 mil assinaturas, exige uma mudança nas leis de proteção animal da Catalunha, que hoje proíbe o assassinato e maus-tratos contra animais, mas ainda coloca as cruéis touradas como exceções.

Em uma carta escrita ao governo catalão, Bardot descreve como “estranho e paradoxal o fato de o Partido Socialista Catalão (PSC) se opor diretamente à democracia”.

As touradas “são um espetáculo sádico” e a posição do PSC é “um insulto à formidável campanha popular que tem ganhado força na Catalunha,” disse a ex-atriz em sua carta, cuja cópia foi publicada na AFP na quarta-feira.

Um porta-voz do PSC declarou que o partido não se opõe à iniciativa, mas que apenas permite voto livre entre seus legisladores.

A proposta tem o apoio do partido aliado do PSC, o nacionalista ERC, mas é rejeitada pelo partido conservador Popular Party. Os partidos restantes estão divididos quanto à questão.

Uma boa parte da população da Catalunha tem interesse no fim das touradas porque deseja criar uma identidade à parte do restante da Espanha, enquanto os ativistas dos direitos animais buscam justiça por considerar a prática como uma forma violenta de tortura.

O requerimento será examinado pelo parlamento de Barcelona no meio de dezembro, e, se for aprovado, a Catalunha poderá se tornar a primeira região da Espanha a banir as touradas.

Com informações de Yahoo News

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Já deveria ter acabado esta barbaridade com os animais.Nós defensores dos animais não aguentamos mais esta banalização contra vidas
    preticadas pelo bicho HOMEM.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>