• Home
  • Cuxiú-preto: um primata ameaçado de extinção

Cuxiú-preto: um primata ameaçado de extinção

0 comments

Como o próprio nome indica, a maior parte do seu pelo é preto. Tem um rabo comprido e peludo, que, para muitos, mais parece um espanador. Passa o dia se deslocando rapidamente pelas copas de árvores altas, em busca de comida: flores, brotos, insetos, aranhas e frutas.

Dos frutos, o cuxiú-preto gosta mesmo é das sementes quando ainda estão verdes e macias. Para conseguir abrir as frutas ainda verdes, ele usa os dentes caninos, que são grandes e inclinados para frente, e conta, também, com a ajuda dos músculos da face, que são bem fortes. Estes grandes músculos em volta da cara formam, no alto de sua cabeça, duas pontas cobertas de pelo. No queixo tem uma barba grossa – estas características estão presentes tanto nas fêmeas como nos machos.

O cuxiú é veloz e arisco, salta depressa e foge de qualquer um que tente se aproximar. Por isso, não é fácil avistá-lo. Os pesquisadores sabem, no entanto, que esta espécie vive em grupos grandes, com até 40 indivíduos, e nos quais o número de machos e fêmeas é bem equilibrado. De vez em quando, estes grupos se dividem em grupos menores, para evitar a concorrência por comida.

Mas mesmo com essa cara de “poucos amigos”, as relações entre os membros do mesmo grupo são próximas. Eles se catam, se abraçam ou simplesmente descansam juntos. Os machos são particularmente camaradas entre si, ficam bastante juntos e aparentam ser muito tolerantes com as brincadeiras dos filhotes. Não são os machos, porém, que cuidam dos pequenos macacos. Isso é tarefa das mães, que os amamentam e os carregam agarrados ao pelo até se tornarem independentes.
Além de serem bons amigos entre si, os cuxiús se dão bem com outras espécies, podendo passar muitos dias viajando junto com o macaco-prego e o macaco-de-cheiro, por exemplo. Para os pesquisadores, esta pode ser uma maneira que eles encontraram de reforçar a vigilância. Afinal são mais olhos de macaco para espiar seus predadores, como as cobras, os gaviões e as onças. A companhia de outros primatas também pode ser útil para localizar comida.

O desmatamento e a destruição das matas onde mora o cuxiú-preto são grandes ameaças à espécie. Além disso, ele é caçado, porque há quem goste de comer a sua carne e quem venda – pasme! – seu rabo como espanador. O desafio dos pesquisadores é saber o que fazer para preservar esse macaco amigo. E você? Que tal começar a ajudar levando esse artigo para ser lido em sua escola?

Fonte: 24HorasNews

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>